Publicidade

Correio Braziliense

Fórum Mundial da Água: evento tem 7,5 mil inscritos confirmados

A expectativa do GDF é que o evento reúna 10 mil congressistas de 160 países. As inscrições foram prorrogadas até 5 de março


postado em 01/03/2018 21:40 / atualizado em 01/03/2018 22:00

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Brasília será sede da oitava edição do Fórum Mundial da Água, que conta com 7,5 mil confirmados até esta quinta-feira (1/3). O número não preencheu a expectativa do governo de 10 mil congressistas e, por isso, o prazo para inscrição, que se encerraria ontem, foi prorrogado até o dia 5 de março.  O encontro internacional ocorrerá entre 18 a 23 de março no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

As inscrições são feitas no site oficial do evento e dão direito à participação da abertura, do encerramento, das sessões, dos almoços e dos eventos culturais. Entre os incritos estão representantes de 150 países, como Estados Unidos, Etiópia, Israel, Itália, Japão, México e Turquia.  A edição vai contar com ações inéditas ao fórum, como a Vila Cidadã — que será aberta ao público —, a reunião de parlamentares de todo o mundo e o encontro de juristas e procuradores. 

A Vila Cidadã será montada no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha e trará exposições, debates e atrações culturais, com expectativa para receber 30 mil pessoas — entre eles, alunos de escolas públicas que farão uma visita guiada. A estrutura contará com palco, estande, mostra e os espaços Brasília — com auditório e locais para apresentação de projetos ligados ao tema, de 14 entidades do governo local. É preciso fazer o credenciamento, de graça, para ter acesso à vila. O funcionamento será das 9 às 22 horas, com entradas até as 21 horas. As atividades culturais estão previstas para começar às 18 horas.

As palestras e os painéis com representantes internacionais ocorrerão no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, apenas para congressistas, que também terão acesso a uma área exclusiva de exposição e feira no Mané Garrincha. 

Entre as 340 sessões do encontro, haverá 18 painéis chamados de alto nível, com a presença das principais autoridades. O governador participará de um deles, em que tratará da crise hídrica.

O 8º Fórum Mundial da Água é orçado em R$ 80 milhões, dos quais R$ 50 milhões são custeados pelos governos de Brasília e federal.
 
Com informações da Agência Brasília 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade