Publicidade

Correio Braziliense

Polícia prende responsável por matar e queimar mulher dentro de contêiner

O corpo da mulher foi encontrado carbonizado pelo Corpo de Bombeiros no início da noite deste domingo (4/3) no Guará II


postado em 06/03/2018 12:31 / atualizado em 07/03/2018 10:26

 
Agentes da Polícia Civil do Distrito Federal prenderam o responsável por matar e queimar o corpo de uma mulher no Guará II. A vítima foi encontrada carbonizada pelo Corpo de Bombeiros no início da noite de domingo (4/3), quando a corporação foi acionada para apagar o fogo de um contêiner, recipiente de transporte de carga.  
 
O delegado responsável pelo caso, Jhonson Kennedy, da 4ª Delegacia de Polícia (Guará II), explica que eles chegaram até o suspeito após imagens das câmaras de vigilância e depoimentos de testemunhas. "Eles (vítima e autor) eram moradores de rua e usuários de droga que viviam dentro do container. Se tratava de um casal, que costumava brigar", afirma.  O vídeo divulgado pelos agentes mostra o suspeito saindo do local do crime poucos minutos após a morte da mulher.  
 
O autor do crime, segundo a polícia, é Márcio do Nascimento Batista, 36 anos. Ele  tem passagem por furto e pela lei Maria da Penha. A vítima, Sandra Rodrigues, 36 anos, também tinha registro nas delegacias. Ela teria cometido tráfico de drogas, furto e roubos.  
 
Kennedy comenta que os laudos periciais apontaram que a morte da mulher foi causada por asfixia. "Após sofrer agressões, Sandra teria desmaiado. Em seguida, Márcio ateou fogo no lugar e a trancou", diz. O delegado relata que quando o fogo aumentou, pessoas que passavam acionaram o Corpo de Bombeiros.  
 
O criminoso responderá por homicídio qualificado, feminicídio e destruição de cadáver. A pena pode variar entre 15 e 35 anos. "Ele ainda negou que teria tirado a vida da companheira, mas temos provas consistentes, que o caracteriza como o responsável", contata o delegado.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade