Publicidade

Correio Braziliense

Polícia identifica suspeito de atirar em criança em Santa Maria

De acordo com as investigações, Daniel Gustavo Ferreira Lima, 18 anos, teria disparado contra um carro, mas acabou atingindo a menina


postado em 06/03/2018 19:13 / atualizado em 06/03/2018 19:33

Acusado de atirar contra menina de três anos, Daniel Gustavo Ferreira Lima, 18 anos, é procurado pela polícia(foto: PCDF/Divulgação)
Acusado de atirar contra menina de três anos, Daniel Gustavo Ferreira Lima, 18 anos, é procurado pela polícia (foto: PCDF/Divulgação)

O acusado de atirar contra uma menina de 3 anos em Santa Maria, em 10 de fevereiro deste ano, está foragido. As investigações da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) apontam que Daniel Gustavo Ferreira Lima, 18 anos, teria disparado seis vezes contra um carro em que havia três inimigos dele. No entanto, a única pessoa atingida foi Sther Laís de Jesus Reis Barbosa, que andava de bicicleta em frente à casa da tia, na QR 206. 

Daniel morava algumas casas abaixo de onde a criança foi baleada, na cabeça. À época, testemunhas relataram que, desde que o acusado se mudou para a rua, a vizinhança nunca mais foi a mesma. "Era tudo tranquilo. Depois da chegada dele, a rua ficou agitada, um entra e sai de carros. Virou boca de fumo, local de guerra entre gangues e chefes de droga", relatou um morador, que preferiu não se identificar, dois dias após o crime.
 
O suspeito fugiu após atirar contra Sther e ainda não foi encontrado. A justiça expediu um mandado de prisão com o intuito de prendê-lo. Segundo a PCDF, Daniel tem sete passagens pela polícia quando menor, incluíndo dois atos infracionais análogos a homicídio, tráfico de drogas e roubos. O caso está sendo conduzido pela 33ª DP (Santa Maria). 

Recuperação de Sther


Após ficar quase um mês internada no Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), a pequena Sther conseguiu se recuperar e, segundo a mãe, Jociléia de Jesus, a família aguarda a alta médica. "Graças a Deus está tudo bem com minha filha. O risco já passou e agora é só alegria", contou.  
 
Sther ficou entre a vida e a morte, em coma induzido e respirando com ajuda de aparelhos, na UTI pediátrica da instituição. Ela chegou a perder massa encefálica, fato constatado durante a cirurgia para a remoção da bala alojada no lado esquerdo da testa. 

Denúncias


A Polícia Civil pede para que a população faça uma denúncia anônima no caso de ter qualquer informação sobre Daniel Gustavo Ferreira Lima. O relato pode ser feito pelo 197, pelo email denuncia197@pcdf.df.gov.br ou, ainda, pelo WhatsApp (61) 98626-1197. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade