Publicidade

Correio Braziliense

Servidores do Detran decretam greve por tempo indeterminado

A categoria cobra o cumprimento de acordo entre 2013 e 2015, quando o GDF teria se comprometido a adequar nomenclatura de cargos, tornar lei a jornada de trabalho de 30 horas e o pagamento da terceira parcela de reajuste salarial de 5%


postado em 08/03/2018 17:24 / atualizado em 08/03/2018 20:40

(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)

 
Depois dos vigilantes, agora são os servidores do Detran que decretaram greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em assembleia geral realizada nesta quinta-feira (8/3). Os trabalhadores votaram pela paralisação a partir das 6h do dia 13, próxima terça-feira. 
 
A categoria cobra o cumprimento do acordo fechado em 2015, quando o GDF teria se comprometido a fazer a adequação da nomenclatura de cargos; tornar lei a jornada de trabalho de 30 horas e a isonomia de gratificação de titulação em gratificação de habilitação, por exemplo.
 
Segundo Fábio Medeiros, presidente do Sindetran/DF, outro ponto que levou à greve foi o não pagamento da terceira parcela do reajuste de 5% no salário, fixado em lei em 2013. "Era para ter pago em 2015 e o governo não pagou até agora", lamenta.  
 
De acordo com o sindicato, com a greve, o atendimento ao público será suspenso em 16 unidades. Entre os serviços interrompidos estão a emissão de carteira de motorista e documentos de veículos. As 1,6 mil vistorias veiculares agendadas também não serão realizadas e nem o exame pra quem está tirando carteira de motorista. A fiscalização de trânsito e a liberação de veículos apreendidos também não serão realizadas.

O Detran informou que não foi notificado ainda sobre a greve, assim como o GDF. Em nota, a Secretaria da Casa Civil, Relações Institucionais e Sociais afirmou que tem mantido diálogo constante com as categorias. "Para isso, a Subsecretaria de Relações do Trabalho e do Terceiro Setor conta com 32 mesas permanentes de negociação, que mantêm encontros periódicos com diversos sindicatos, inclusive com o Sindetran-DF, que representa os servidores do Detran-DF", finalizou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade