Publicidade

Correio Braziliense

Homem furta produtos de beleza para entregar à mulher que amava

Ao ser abordado pela PM, o suspeito confessou e crime e disse que queria homenagear a moça no Dia Internacional da Mulher. Crime aconteceu em Ceilândia


postado em 08/03/2018 21:49 / atualizado em 08/03/2018 22:18

(foto: PMDF/Divulgação)
(foto: PMDF/Divulgação)
 
Um homem de 37 anos foi preso por furtar produtos de beleza. Segundo ele, o objetivo era presentear a mulher que amava. O crime aconteceu na tarde desta quinta-feira (8/3), por volta das 17h30, no Setor O, em Ceilândia, em um estabelecimento comercial de artigos de estética. 
 
Quando a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) soube do furto e das características do suspeito, a equipe de patrulha passou a procurar o criminoso, que logo foi localizado. Durante a abordagem, o homem confessou ter sido autor do crime e ainda cooperou com os policiais ao mostrar o local onde escondeu os objetos.
 
De acordo com o tenente Herison Bezerra, as vendedoras da loja ficaram desconfiadas que o rapaz tivesse levado mercadorias da loja sem pagar. Quando elas olharam nas câmeras do circuito interno de segurança do comércio, viram que Denis tinha colocado diversos itens dentro da calça. 
 
O homem furtou vários produtos de cabelo, entre xampus e cremes, que no total somam R$ 200. Quando o detido foi questionado pelos policiais sobre qual seria o destino dos artigos de beleza, ele alegou que levaria de presente para uma mulher, moradora de Taguatinga, por quem estava apaixonado. Mesmo não tendo nenhum relacionamento com a moça, o suspeito disse aos policiais que queria homenageá-la no Dia Internacional da Mulher.
 
Os militares encaminharam o homem para a 24ª Delegacia de Polícia (Setor O, em Ceilândia), onde os policiais verificaram que havia um mandado de busca e apreensão em nome do detido.
 
* Estagiária sob supervisão de Guilherme Marinho

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade