Publicidade

Correio Braziliense

Justiça condena mãe e filha por homicídio

Elas são responsáveis por encomendar a morte de Geraldo dos Reis Pereira de Jesus, em setembro de 2015. A intenção era receber o dinheiro do seguro de vida


postado em 10/03/2018 13:17

Mãe e filha foram condenadas por homicídio pelo Tribunal do Júri de São Sebastião, no Dia da Mulher (8/3).
Eunice Maria Resende e a mãe, Aparecida Matias Freire, são responsáveis pela morte de Geraldo dos Reis Pereira de Jesus, marido de Eunice e genro de Aparecida.
 
De acordo com as investigações, as condenadas contrataram pessoas para matar a vítima. Geraldo foi morto a tiros, em 28 de setembro de 2015, na Zona Rural de São Sebastião. A intenção de Eunice era conseguir receber pensão integral, seguro de vida e outros benefícios econômicos que seriam disponibilizados a partir da morte do marido. A sentença dela foi fixada em 19 anos, seis meses e 20 dias de prisão por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima e, ainda, por corrupção de menor, já que um dos contratados era um adolescente. 
 
Já Aparecida Matias, que também participou do plano com igual objetivo, foi condenada a 16 anos de prisão pelo mesmo crime da filha, exceto o de corrupção de menor. 
 
As duas aguardavam julgamento em prisão preventiva e continuam sem poder recorrer à decisão em liberdade, segundo decisão do magistrado. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade