Publicidade

Correio Braziliense

Mãe e dois filhos são encontrados mortos dentro de casa em Águas Lindas

Um parente localizou os corpos e comunicou à polícia


postado em 11/03/2018 16:26 / atualizado em 11/03/2018 20:51

(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)

Uma mulher que não teve a idade divulgada e dois filhos, de 4 e 6 anos, foram encontrados mortos neste domingo (11/3), em uma casa na quadra 40 do bairro Jardim Guaíra, em Águas Lindas (GO). Os corpos foram encontrados em estado de decomposição, já que o crime teria acontecido na última sexta-feira (9/3). 

 

O principal suspeito é um amigo próximo da mulher, com quem ela já teria ficado algumas vezes e que nutria uma paixão por ela. Ele foi detido e levado para a delegacia. No local, o homem negou ter praticado os crimes, mas teria caído em contradição. Por já ter passado o período do flagrante, ele deve ser liberado. Porém, o delegado Cléber Martins, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Águas Lindas e responsável pela investigação, tenta conseguir um pedido de prisão preventiva para mantê-lo sob custódia.

 

À TV Brasília — empresa do grupo Diários Associados —, o delegado contou que, na quinta-feira (8/3), a vítima, Susete Miranda, teria ido a um bar de sua irmã, Ivete Miranda, para pedir que ela cuidasse de sua filha mais nova no dia seguinte, enquanto Susete levaria o menino de 6 anos para uma consulta. Na ocasião, a mulher assassinada estava acompanhada do suspeito que foi detido. O garoto sofria de um problema cardíaco e fazia tratamento com um médico de Brasília. 

 

(foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)
Na sexta-feira, no entanto, Susete não apareceu para deixar a criança. Preocupada, a irmã foi até a casa onde a vítima morava — que, inclusive, pertencia a Ivete —, mas, a despeito de as luzes estarem acesas, não havia ninguém no local. Ivete também tentou falar com a irmã por telefone, mas não obteve sucesso. Os familiares passaram a desconfiar, então, que ela tivesse ido para Santo Antônio do Descoberto.

 

Neste domingo (11/3) — terceiro dia sem informações sobre o paradeiro de Susete —, o marido de Ivete decidiu voltar à casa da cunhada. Foi quando ele encontrou os corpos das vítimas. O do menino de 6 anos estava na sala, coberto por um lençol. O da mulher estava no quarto, em cima de uma cama. Já o da menina de 4 anos estava em um colchão no chão, ao lada da cama onde estava a mãe. Susete foi assassinada a tesouradas. Já as crianças foram mortas com uma faca de mesa. Cada um levou cerca de cinco golpes. 

 

*Com informações de Rodrigo Lemes, da TV Brasília 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade