Publicidade

Correio Braziliense

Riacho Fundo comemora 28 anos; programação se estende até 25 de março

Moradores celebram bons níveis de escolaridade e rotina que se assemelha à de cidade de interior


postado em 13/03/2018 19:28 / atualizado em 13/03/2018 19:29

(foto: Pedro Ventura/Agência Brasília)
(foto: Pedro Ventura/Agência Brasília)
 

Riacho Fundo 1 chega aos 28 anos com motivos para comemorar. De aniversário nesta terça-feira (13/3), tem entre as principais características o jeito de cidade pequena e o bom nível de escolaridade da população. Por outro lado, tem vários desafios a vencer. Faltam espaços culturais, como salas de cinema e teatro.

Quem mora e trabalha na cidade demonstra satisfação. É o caso do comerciante Antônio Maurício da Silva Neto, 52 anos, proprietário da Skil Elétrica e Hidráulica. Ele está lá há 15 anos, após várias mudanças de endereço, e não quer mais sair. “Eu morava no Núcleo Bandeirante. Depois, fui para Valparaíso, Recanto das Emas e, por último, aqui. Fui melhorando de vida. Foi uma oportunidade boa”, conta. “É uma cidade boa, próxima de tudo. E conhecemos os moradores, pois é um lugar pequeno. Aqui, todo mundo sabe quem eu sou”, completa.

Michelle Rocha Araújo, 22 anos, que se mudou recentemente para a cidade com a namorada, também não pensa em ir embora. “É uma cidade maravilhosa. É muito calmo, o comércio é perto, eu moro próximo ao trabalho e temos muitas opções de comida se quisermos sair. Minha namorada trabalha no Plano Piloto, mas os ônibus são pontuais. Nos sentimos seguras e nunca sofremos preconceito”, elogia.

Boa escolarização

Gerente de pesquisa socioeconômica da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), Jusçanio Umbelino de Souza explica que o órgão está atualizando os dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílio (Pdad). Os números serão publicados no segundo semestre. Segundo os dados mais recentes, a cidade tem cerca de 13 mil domicílios urbanos e aproximadamente 40 mil moradores. O analfabetismo, que estava em 2,4% em 2013, caiu para 1,4% em 2015 e, na faixa etária de 6 a 14 anos, todas as crianças estão na escola.

“O analfabetismo é muito baixo. É uma cidade com características de classe média baixa. A população com ensino superior completo é de 16%, um pouco abaixo de Sobradinho, que tem 18,7%, e acima do Gama, com 12,66%. É uma cidade com característica residencial. Não tem uma expansão, uma área extensa para atividades de comércio. Boa parte da população trabalha em Taguatinga, Núcleo Bandeirante e Plano Piloto. Eu diria que é uma cidade dormitório”, afirma Jusçanio.

Ainda segundo o pesquisador, 37,89% da população tem ensino médio, 21,44%, superior completo, e 8,18%, superior incompleto. Além disso, 5% dos moradores trabalham na própria região administrativa. “É uma cidade com área bem definida, delimitada, e não muito extensa. Está tendo uma expansão de edifícios residenciais. Mas não vejo muito espaço para oferecer dinâmica econômica e produtiva. É uma cidade pequena. Tem algumas características próximas à da Candangolândia. Quem anda pela região vê uma cidade limpa, pavimentada, iluminada e com casas de alvenaria”, lista.

História

O administrador do Riacho Fundo 1, Heitor Kanegae, lembra que a região era, inicialmente, uma área rural. Havia uma granja que deu nome à área e onde moraram alguns presidentes do país. “Éramos a Granja do Riacho Fundo. Ainda temos uma grande área rural, que abrange a Embrapa e uma grande área preservada, que é o Parque Ecológico do Riacho Fundo, o terceiro maior do DF, com 530 hectares. Aqui nasce também a bacia do Riacho Fundo, a principal que abastece o Lago Paranoá”, destaca.

Kanegae fala sobre a festa e exalta as características da RA. “O tema do aniversário esse ano é ‘Orgulho de morar aqui e garantir água para todos’, uma forma de conscientizar a população da importância do nosso lugar geográfico. A cidade está crescendo, mas, mantemos a qualidade de vida. Temos boas escolas públicas, o IFB com cursos superiores”, elogia.

Programação de aniversário

As festividades para marcar os 28 anos do Riacho Fundo começam hoje com uma sessão solene na Câmara Legislativa às 19h. A programação vai até 15 de abril. Confira alguns eventos programados para celebrar o aniversário da RA:

> Nesta sexta (16), às 8h, lançamento do Projeto Plantando Vidas, no Parque Ecológico;
> De sexta a sábado (17), às 20h, Circuito Cerrado Rodeio na Praça Central;
> Sábado, das 14h às 18h, missa campal e apresentação de bandas católicas na praça central;
> Também no sábado, das 8h às 15h, 13ª Copa de Futsal no ginásio da cidade;
> Domingo (18), às 20h, culto evangélico e bandas gospel na Praça Central;
> No fim de semana, no sábado (24), às 21h, Baile de Máscaras  Estacionamento lateral da Administração;
> Em 24 de março, Copa do Centro Oeste de MuayThai, das 10h às 20h, no ginásio;
>> No domingo (25), das 8h às 13h, Expo Comércio na Praça Central e passeio ciclístico, e das 14h às 22h, Copa Amigos do Riacho (Futsal), no ginásio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade