Publicidade

Correio Braziliense

IPVA 2018: motoristas inadimplentes no DF devem R$ 108 milhões

Montante é relativo à primeira parcela. Secretaria de Fazenda entrará em contato, até a próxima semana, com mais de 494 mil condutores inadimplentes


postado em 13/03/2018 20:47 / atualizado em 13/03/2018 20:48

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

 
Mais de 494 mil motoristas do Distrito Federal devem R$ 108 milhões relativos à primeira parcela do Imposto de Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2018. A Secretaria de Fazenda entrará em contato, até a próxima semana, com os condutores inadimplentes. Os contatos vêm sendo feitos por meio da Central Telefônica 156, que tem disparado chamadas aos devedores. O débito alcança 504.175 mil veículos.

Quem já tiver acertado a pendência deverá desconsiderar a ligação. A modalidade de cobrança por telefone e e-mails começou no fim de 2017, quando foi inaugurada a Agência de Recuperação de Crédito e Atendimento, no Núcleo Bandeirante – onde funcionava a extinta unidade de atendimento da Receita.

A secretaria também começou, nesta terça-feira (13/3), o envio de notificações para mais de 52 mil contribuintes que adquiriram o veículo em 2016 e foram beneficiados pela isenção do IPVA. Por falha no processamento, os boletos de 2018 foram encaminhados com valor inferior ao devido.

Pela legislação, os beneficiados deixam de pagar o imposto no ano da compra, porém têm de arcar com um percentual adicional na alíquota nos três exercícios seguintes ao da aquisição (incremento de 0,25% a 0,5%, dependendo do tipo de veículo).
 
A Sefaz alertou ainda que em todos os casos será preciso emitir um novo boleto pelo portal www.fazenda.df.gov.br. Além do portal, é possível emitir os boletos nas agências da Receita/DF; nos postos do Na Hora Cidadão e nas lojas do BRB Conveniência. O Atendimento Virtual esclerece dúvidas dos morotistas. 
 
Confira o calendário de pagamentos para quem optou pelo parcelamento do imposto:
 
(foto: Secretária de Fazenda do DF)
(foto: Secretária de Fazenda do DF)



Com informações da Agência Brasília 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade