Publicidade

Correio Braziliense

Duas mulheres são presas suspeitas de furtar lojas de roupas em shopping

Ação aconteceu nesta terça-feira, no Conjunto Nacional. Durante abordagem, policiais encontraram diversas peças de roupas com lacre de segurança em posse da dupla


postado em 13/03/2018 21:15 / atualizado em 13/03/2018 21:41

Roupas furtadas(foto: PMDF/Divulgação)
Roupas furtadas (foto: PMDF/Divulgação)
Duas mulheres foram presas nesta terça-feira (13/3) suspeitas de terem furtado duas lojas de roupas em um shopping no Plano Piloto. As acusadas, de 33 e 22 anos, foram abordadas por policiais militares próximo à entrada da estação de metrô da Rodoviária do Plano Piloto, no fim da tarde. Nas sacolas que elas carregavam, os militares encontraram peças de roupas ainda com o lacre de segurança antirroubo.
 
Após a confirmação de representantes das lojas, as suspeitas foram encaminhadas à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), onde a ocorrência foi registrada.

De acordo com a polícia, um pedestre informou aos militares que faziam ronda no terminal rodoviário que duas mulheres teriam saído apressadamente do shopping Conjunto Nacional carregando várias sacolas. Os policiais desconfiaram que as duas estivessem fugindo e abordaram as suspeitas.
 
Questionadas a respeito da grande quantidade de peças de roupas com etiquetas e dispositivos antirroubo acoplados, a dupla negou ter cometido qualquer delito. Elas afirmaram que teriam ganhado os produtos e que pretendiam trocá-los. 

As duas mulheres só confessaram o crime depois que dois representantes das lojas furtadas compareceram ao posto policial e confirmaram que as roupas haviam sido levadas. Na bolsa de uma delas, os militares encontraram, ainda, um alicate de unha, supostamente utilizado para remover o lacre de segurança das peças. 

Segundo a Polícia Civil, as duas foram presas em flagrante pelo crime de furto qualificado. Elas devem participar de uma audiência de custódia nesta quarta-feira (14/3).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade