Publicidade

Correio Braziliense

Metade dos adolescentes precisa se vacinar contra HPV e meningite no DF

No Distrito Federal, 57,2% das meninas e 36,9% dos meninos foram imunizados contra o HPV. Ministério da Saúde inicia campanha nacional para incentivar a vacinação em todo o país


postado em 15/03/2018 09:00 / atualizado em 14/03/2018 22:44

(foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília)
(foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília)

 
O Ministério da Saúde lançou campanha nacional para vacinação de adolescentes de todo Brasil contra o Papiloma Virus Humano (HPV) e a meningite. O alerta vem acompanhado de preocupação com as baixas coberturas vacinais nas unidades da Federação.

A convocação é para que cerca de 10 milhões de adolescentes sejam vacinados. Entre o público, meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos deverão atualizar as cadernetas de vacinação contra o HPV. Neste ano, o Ministério da Saúde está ampliando a faixa etária da vacina contra meningite C, que agora passa a ser de 11 a 14 anos de idade.
 
No Distrito Federal, desde a incorporação da vacina HPV ao Calendário Nacional, a cobertura com as duas doses é de 57,2% entre meninas de 9 a 14 anos, e 36,9% entre os meninos de 12 e 13 anos, com a primeira dose. Atualmente, 57,2% das meninas e 36,9% dos meninos foram imunizados contra o HPV. 
 

Campanha publicitária 

 
A campanha publicitária, que ocorre geralmente duas vezes ao ano, em março e setembro, será veiculada de 13 a 30 de março com o slogan “Não perca a nova temporada de Vacinação contra a meningite C e o HPV”, e utiliza linguagem de séries famosas de TV para se aproximar do público alvo, os adolescentes.

As vacinas contra o HPV e a meningite C fazem parte do calendário de rotina disponíveis nas unidades do Sistema Único de Saúde. Para este ano, foram adquiridas 14 milhões de doses da vacina contra o HPV. O Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Educação tem promovido a vacinação nas escolas, como o Programa Saúde na Escola.
 
No Brasil, 4,9 milhões de meninas procuraram as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) para completar o esquema com a segunda dose, totalizando 48,7% na faixa etária de 9 a 14 anos. Já com a primeira dose, foram vacinadas 8 milhões de meninas nesta mesma faixa, o que corresponde a 79,2%.
 
Entre os meninos, 1,6 milhão foram vacinados com a primeira dose, o que representa 43,8% do público-alvo. A pasta alerta que a cobertura vacinal só está completa com as duas doses. 

 


 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade