Publicidade

Correio Braziliense

Três pessoas continuam internadas após contato com pesticida

Os pacientes estão em estado de observação. Dois deles devem ser liberados ainda nesta quinta-feira (14/3)


postado em 15/03/2018 16:15 / atualizado em 15/03/2018 16:15

Alguma das vítimas tiveram ânsia de vômito, dificuldade respiratória, tosse, inchaço nos olhos e na face, além de coceira pelo corpo(foto: CBMDF/Divulgação)
Alguma das vítimas tiveram ânsia de vômito, dificuldade respiratória, tosse, inchaço nos olhos e na face, além de coceira pelo corpo (foto: CBMDF/Divulgação)
 
Três trabalhadores rurais continuam internados após entrarem em contato com pesticida em uma lavoura de soja próxima à BR-251. Nessa quarta-feira (14/3), 21 pessoas precisaram ser socorridas, quando começaram a passar mal enquanto trabalhavam. Alguma das vítimas tiveram ânsia de vômito, dificuldade respiratória, tosse, inchaço nos olhos e na face, além de coceira pelo corpo.  
 
Um ônibus que fazia o transporte dos funcionários precisou ajudar o Corpo de Bombeiros a fazer o transporte para as unidades de saúde. Quatro deles foram para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Sobradinho; 15 ao Hospital da Região Leste (antigo Hospital do Paranoá); e outros dois ao Hospital Regional de Planaltina (HRPl). 
 
Nesta quinta-feira (15/3), a Secretaria de Saúde informou que um paciente ainda está em observação no Hospital da Região Leste. Além desses, outros dois estão no HRPL, com previsão de alta ainda nesta quinta.  
 
O Correio entrou em contato com a prestadora de serviços JC&F, empresa responsável pela contratação dos trabalhadores, mas os representantes da empresa ainda não têm um posicionamento sobre o ocorrido.  

Manuseio  

O Corpo de Bombeiros informa que, após aplicação do inseticida na plantação, é necessário, no mínimo, 48 horas de descanso e secamento para manuseio. Ainda não há informações sobre a data de aplicação do produto, mas, de acordo com a corporação, há indícios de que ele tenha sido o agente causador da intoxicação.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade