Publicidade

Correio Braziliense

Fórum Mundial da Água altera trânsito na Esplanada ao longo da semana

Na manhã desta segunda-feira, o trânsito na Esplanada dos Ministérios ficou interrompido nos dois sentidos, causando congestionamento


postado em 19/03/2018 09:18 / atualizado em 19/03/2018 13:09

Apenas pedestres são permitidos transitar entre os ministérios(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Apenas pedestres são permitidos transitar entre os ministérios (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

A realização do 8º Fórum Mundial da Água deve causar alguns transtornos aos motoristas de Brasília ao longo desta semana, especialmente na região da Esplanada dos Ministérios. De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, a exemplo do que ocorreu no começo da manhã desta segunda-feira, o trânsito na avenida pode ser interrompido para o deslocamento dos chefes de Estado que participam da cúpula.
  
"As vias de ligação S1 e N1 serão fechadas todos os dias sempre que houver deslocamento de chefes de Estado ou conforme a necessidade do evento", inflou a PMDF por meio de nota. A corporação diz ainda que, nesses casos, as vias alternativas são a S2 e N2.
 
Nesta segunda-feira (19/3), a Esplanada foi fechada nos dois sentidos, desde a Catedral até o Corpo de Bombeiros, em função da cerimônia de abertura do Fórum, realizada no Palácio do Itamaraty, que contou com a a presença de chefes de Estado. 

Devido às medidas de segurança dos organizadores, apenas pedestres foram permitidos transitar entre os ministérios das 7h às 9h15. O trânsito na região ficou intenso já a partir do centro de Convenções Ulysses Guimarães. O acesso aos blocos dos ministérios e aos anexos foi feito pelas vias paralelas ao Eixo Monumental. 

Por conta do esquema de segurança montado para receber os chefes de Estado o trânsito ficou complicado no centro da cidade. A partir das quadras 6 da Asa Sul, os motoristas começaram a enfrentar lentidão.

Os ônibus que seguiam pela L2 Sul, sentido Esplanada, começaram a desembarcar os passageiros na altura da Catedral. Agentes do Detran-DF e policiais militares tentavam orientar os condutores para desafogar o tráfego. 

Os trabalhadores que iam a pé da Rodoviária para a Esplanada tiveram bolsas e mochilas revistadas por PMs.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade