Publicidade

Correio Braziliense

18 escapam de cadeia em Cristalina; é a terceira fuga em Goiás em 3 dias

Ao todo, 29 homens que participaram das fugas recentes continuam foragidos


postado em 20/03/2018 12:40 / atualizado em 20/03/2018 12:43

Para fugir, detentos quebraram parte da laje de uma das celas da cadeia municipal de Cristalina(foto: DGAP/Divulgação)
Para fugir, detentos quebraram parte da laje de uma das celas da cadeia municipal de Cristalina (foto: DGAP/Divulgação)

Pelo menos 18 presos fugiram da cadeia municipal de Cristalina (GO), no Entorno do Distrito Federal, na madrugada desta terça-feira (20/3), depois de quebrar a laje de uma das celas e ser levados por um grupo que os aguardava em dois carros e duas motos. A ação aconteceu por volta da 1h20. Houve troca de tiros com os seguranças, que não conseguiram evitar a evasão.

 

Essa é a terceira fuga de cadeias do estado em apenas três dias, sem contar o caso de um preso resgatado por comparsas quando recebia atendimento odontológico fora da prisão. Ao todo, 29 homens continuam foragidos. Até a última atualização desta matéria, apenas dois dos fugitivos de Cristalina haviam sido presos novamente.

 

Após a fuga, a prefeitura de Cristalina anunciou a doação de uma área para construção de um novo presídio com 400 vagas na cidade. Segundo a Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP), o projeto está pronto, no entanto, o Executivo local precisa oficializar a doação do terreno do município para o estado. Além dessa instituição, também estão previstas as construções de outras dez penitenciárias, com capacidade para 400 presos cada, no estado.

 

Outras fugas

Na tarde de segunda-feira (19/3), 11 detentos fugiram em Morrinhos, no sul de Goiás. Segundo a DGAP, um homem fingiu estar passando mal. Quando dois agentes foram realizar o atendimento, acabaram rendidos pelos detentos. Dos 11 presos, dois foram recapturados imediatamente e outros nove ainda são procurados. 

 

Também na segunda-feira, em Aragarças, no noroeste de Goiás, o detento Johnnathan Granja Lopes, 26 anos, que cumpre pena por homicídio, foi resgatado por comparsas após sair do presídio para receber atendimento odontológico. Na volta para a cadeia, um carro com quatro homens armados com pistolas e uma espingarda emparelhou com o veículo que levava o detento. Os agentes acabram rendidos e Johnnathan, resgatado.

 

Na fuga, os bandidos atingiram um agente penitenciário no ombro. Ele usava colete balístico, foi socorrido e passa bem. Segundo a DGAP, dois suspeitos de participar do grupo que fez o resgate entraram em novo confronto com a Polícia Militar e foram mortos em Barra do Garças (MT), cidade que faz divisa com Goiás. A polícia ainda não divulgou a identidade dos suspeitos. 

 

Em Mineiros, no Sudoeste goiano, também foi registrado uma fuga na noite de domingo (18/3). Quatro presos fugiram da unidade prisional da cidade enquanto aproveitavam o banho de sol. Até o momento, apenas um foi recapturado. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade