Publicidade

Correio Braziliense

Seminário no Correio discute a força das mulheres

Correio Talks vai debater, na quinta-feira (22/3), empreendedorismo feminino e o papel das mulheres nas organizações; inscrições são gratuitas, mas vagas são limitadas


postado em 20/03/2018 20:14 / atualizado em 20/03/2018 20:25

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)


A força das mulheres e o papel cada vez mais relevante que elas vem ocupando nas empresas e na política serão temas de um encontro que o Correio realizará nesta quinta-feira (22/3), em seu auditório. O evento, que começará às 14, contará com a participação da cantora Dhi Ribeiro, das empresárias Janete Vaz (fundadora da rede de laboratórios Sabin), Eda Coutinho (reitora do Centro Universitário de Brasília IESB) e Adriana Lima (criadora da marca de e-commerce Sacoleiras de luxo), além de Suzane Veloso (consultora e mentora de start-ups) e Mariana Deperon (sócia-fundadora e CEO da Tree Diversidade). As inscrições podem ser feitas gratuitamente neste link. As vagas são limitadas.

Para Mariana Deperon, não há dúvidas de que a sociedade avançou no reconhecimento do papel da mulher, mas as empresas, no geral, continuam atrasadas nesse processo, sobretudo por manter estruturas em que os homens ganham muito mais que as colegas de trabalho, mesmo exercendo as mesmas funções. Segundo ela, há pesquisas indicando que boa parte dos homens ainda acredita que as mulheres devem ter salários menores. “Por isso, um evento como o promovido pelo Correio é importante. É preciso ampliar o diálogo sobre o papel das mulheres. O Brasil é uma sociedade patriarcal”, afirma.

Na avaliação de Adriana Lima, as mulheres precisam se libertar, acreditarem que são capazes, elevarem a autoestima. “Cada uma de nós pode viver o sonho que quiser. Cada uma de nós pode ser o que quiser ser”, ressalta. Ela defende uma representação maior das mulheres na política e enfatiza que uma boa educação é vital para se vencer na vida. “Uma mulher pode se tornar empresária mesmo trabalhando de casa. Há grupos voltados para dar todo o suporte para aquelas que queiram montar o próprio negócio”, acrescenta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade