Publicidade

Correio Braziliense

Abandonada há mais de 20 anos, piscina com ondas aguarda revitalização

Visitantes ainda passam pelo local na esperança ver o antigo ponto turístico e questionam sobre a possibilidade de o local voltar a funcionar


postado em 21/03/2018 22:20 / atualizado em 21/03/2018 22:43

Imagem aérea captada pelo Correio mostra atual condição da piscina com ondas. O local está repleto de água parada com lodo. (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)
Imagem aérea captada pelo Correio mostra atual condição da piscina com ondas. O local está repleto de água parada com lodo. (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)

 
Desativada há mais de 20 anos, a piscina com ondas do Parque da Cidade virou cenário de abandono. A água parada, repleta de lodo, como mostra a imagem aérea captada pelo Correio, atrai mosquitos. As roletas de passagem, também desativadas, estão repletas de ferrugem. Quem chega perto sente mau cheiro de urina. A expectativa do governo é de que estudo sobre as alternativas de uso do espaço fiquem prontas até julho.
 
Enquanto isso, alguns visitantes ainda vão ao local para procurar o antigo ponto turístico e perguntam sobre a possibilidade de voltar a funcionar. “Aqui fica bem parado, é um dos estacionamentos com menos movimento. De vez em quando passa alguém correndo, fazendo caminhada”, relatou o vigilante do local, Zaqueu Lopes, 62 anos.
  
Outros frequentadores acreditam que não é mais possível uma reabertura. Elder Rodrigues, 45, costumava ir à piscina. "Naquele tempo, já era bem cheio. Hoje, eu acredito que seja inviável (reabrir), por causa do crescimento populacional. Não há condições de contemplar todo mundo", lamenta.  
 

Governo estuda alternativas

  
A Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer, que administra o Parque da Cidade, informou que, apesar de desativada há 20 anos, o espaço da piscina com ondas tem sido utilizada na atual gestão para a propagação de eventos que promovem a cultura, geram empregos e arrecadam impostos. .
 
Em 15 de fevereiro de 2017, a Secretaria da Fazenda publicou autorização para que grupos empresariais realizassem estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica para a realização de Parceria Público-Privada (PPP).
 
Ver galeria . 8 Fotos Piscina com ondas aguarda revitalizaçãoBreno Fortes/CB/DA Press
Piscina com ondas aguarda revitalização (foto: Breno Fortes/CB/DA Press )
 
 
De acordo com a pasta, o projeto visa a reforma, manutenção, modernização e operação do parque, com o objetivo de ampliar o uso e oferecer mais opções de lazer aos usuários. Estudos técnicos serão concluídos em julho e, depois de aprovados, o governo promoverá audiência e consulta pública.  

Focos de mosquito


A Secretaria de Saúde informou que a Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) monitora a área da piscina de ondas permanentemente. Segundo a pasta, focos do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, são raros no local mas, quando encontrados, é feito tratamento químico.
 
* Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade