[an error occurred while processing this directive] Grafiteiros vão colorir paredes de Santa Luzia, bairro na Estrutural - Cidades
Publicidade

Correio Braziliense

Grafiteiros vão colorir paredes de Santa Luzia, bairro na Estrutural

Santa Luzia, na Cidade Estrutural, recebe o encontro de grafiteiros Fest Povos neste fim de semana. Artistas vão capacitar jovens a desenhar e pintar os muros e paredes das casas com a arte popular


postado em 24/03/2018 08:00

Davi Marcos (de camisa vermelha) reuniu amigos e convidou jovens do bairro para integrarem a iniciativa de transformar as casas em um grande painel colorido. Ideia também foi abraçada pela comunidade local (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press )
Davi Marcos (de camisa vermelha) reuniu amigos e convidou jovens do bairro para integrarem a iniciativa de transformar as casas em um grande painel colorido. Ideia também foi abraçada pela comunidade local (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press )
 
Os muros e as paredes das casas de Santa Luzia, na Cidade Estrutural, uma das áreas mais pobres do Distrito Federal,  vão ser transformadas em um grande painel colorido. Neste fim de semana, a localidade recebe o evento Fest Povos. Trata-se de encontro entre grafiteiros e a comunidade local que, além da pintura das moradias, vai ensinar aos jovens técnicas do grafite. Nessa empreitada, a ideia é reunir mais de 90 grafiteiros, inclusive de fora do DF, como de Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo.

O grafiteiro Davi Marco teve a ideia a partir da empatia que sente pelo local. Por isso, organizou a iniciativa voltada para os adolescentes da região. Outros artistas, amigos dele, estão contribuindo para a concretização do projeto. “Miah está fazendo a assessoria, Corujito, que é de Santa Maria, ajuda com a produção, assim como o R.Doze, de Samambaia, e Flora, também de Santa Maria”, detalha.

Hoje, estão programadas oficinas e workshops com os artistas convidados. Eles vão apresentar à garotada do bairro o processo do grafite e da criação de uma identidade própria nessa arte. Neste dia, também tem início a pintura nos muros. No domingo, os participantes concluem os grandes painéis. Durante o evento, haverá batalhas de rimas e shows com rappers do Distrito Federal. “A própria comunidade pediu as apresentações”, adianta Davi Marcos, idealizador do Fest Povos.
 
 

Participação

Assim que Davi apresentou a proposta do Fest Povos a entidades e coletivos que reúnem pessoas que residem em Santa Luzia, a ideia foi bem recebida. Os movimentos locais auxiliaram em tudo. Uma das colaboradoras é Andressa Katrine. Ela é educadora, articuladora social e integrante do MJPop, um grupo que se encontra três vezes por semana e desenvolve, com os jovens, projetos para melhorar a segurança, a saúde e a cultura do bairro. No último mês, eles arrecadaram cestas básicas  destinadas às famílias mais necessitadas.

Andressa acrescenta que, quando comentou sobre o Fest Povos, “os meninos do MJPop ficaram animados”. A partir daí, começou um mutirão: “A gente bateu de porta em porta pedindo permissão para pintar os muros e explicando o que vamos fazer no sábado e no domingo”. A educadora fala do entusiamo e da vontade de participar dos adolescentes. Ela ainda defende a ampliação das políticas públicas destinadas a essa faixa etária: “Eles têm interesse de se envolver fortemente em iniciativas como essa”, assegura.
 
(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
 

Davi avalia que a iniciativa de grafitar os muros é mais que uma ajuda à população de Santa Luzia. “É também uma etapa da minha luta pela descentralização cultural, para que esse tipo de manifestação chegue às cidades-satélites, não fique restrita somente ao Plano Piloto”, defende. O maior desafio para colocar o projeto em prática foi angariar o material necessário, porque “os sprays ainda são caros no Brasil”, explica. A ajuda veio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC) e de uma marca nacional de tinta aerossol.

Nos dois dias do evento, quem estiver inscrito vai receber kits com o material necessário para realizar a pintura nos muros. A organização espera mais interessados do que os inscritos, pois houve quem entrasse em contato para informar que vai ajudar mesmo sem receber o material, explicou o organizador. Depois de passar por Santa Luzia, o Fest Povos segue para uma segunda edição, em Brazlândia. Ainda não há uma data confirmada, mas o evento será realizado em julho.

* Estagiária sob supervisão de Margareth Lourenço (Especial para o Correio)


Participe

» Evento: Fest Povos — Encontro de Grafite
» Local: Santa Luzia, na Cidade Estrutural
» Quando: Sábado e domingo, das 9h às 19h.
» Entrada franca
» Classificação indicativa livre.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade