Publicidade

Correio Braziliense

Pane no ar-condicionado faz cirurgias serem canceladas no Hospital de Base

José Humberto Gebrim, gerente médico-cirúrgico do Hospital de Base, explica que o planejamento da cirurgias seletivas é feito às quartas e sextas-feiras. Previsão de conserto é de 15 dias


postado em 26/03/2018 19:25 / atualizado em 26/03/2018 20:08

O conserto do ar-condicionado pode levar até 15 dias: cirurgias eletivas suspensas(foto: Arthur Menescal/EspCB/DAPress)
O conserto do ar-condicionado pode levar até 15 dias: cirurgias eletivas suspensas (foto: Arthur Menescal/EspCB/DAPress)
 
O Hospital de Base está com cirurgias eletivas — aquelas que são marcadas previamente — suspensas até, pelo menos, quarta-feira (28/3). Um problema no ar-condicionado interrompeu os procedimentos. Na sexta-feira (23/3), cerca de 16 pacientes deixaram de ser operados. Ao menos oito salas de cirurgia estão com o funcionamento comprometido. O conserto do ar-condicionado pode levar até 15 dias.

As equipes que trabalham na manutenção tiveram dificuldades para encontrar peças de reposição, já que o aparelho é antigo. Nem o Hospital de Base sabe informar há quantos anos o mesmo equipamento está funcionando. Um orçamento para a modernização do sistema de refrigeração chegou a ser feito, mas o Hospital de Base não divulga o valor. Não há prazo para a troca acontecer. A reforma exigiria adequações no prédio, inaugurado em 1960. 

Segundo a unidade médica, o problema foi constado apenas na última sexta. Contudo, pacientes reclamam de falhas há 13 dias. Médicos e enfermeiros também se queixaram da alta temperatura no centro cirúrgico. O ideal é que o ambiente permaneça entre 19°C e 21ºC. 

Nesta segunda-feira (26/3), José Humberto Gebrim, gerente médico-cirúrgico do Hospital de Base, recebeu o Correio para uma entrevista. Ele explicou que o planejamento das cirurgias é feito às quartas e sextas-feiras. "Nosso plano de contingência foi para as cirurgias eletivas, já que os pacientes podem aguardar", justifica. Confira os principais trechos da conversa. 
 
Planejamento das cirurgias é feito às quartas e sextas-feiras, explica Gebrim(foto: Otávio Augusto/CB/DAPress)
Planejamento das cirurgias é feito às quartas e sextas-feiras, explica Gebrim (foto: Otávio Augusto/CB/DAPress)


O ar-condicionado passa por manutenção? 
Uma equipe cuida desse equipamento. Pela idade, pela tecnologia do aparelho há dificuldades em peças de reparação. Mas para seu funcionamento não medimos esforços. 

Quais os impactos no atendimento?
Nosso plano de contingência foi para as cirurgias eletivas, já que os pacientes podem aguardar. Isso é menos nocivo ao atendimento público. As urgências e emergência continuam funcionando normalmente. 

Quando as cirurgias eletivas serão normalizadas?
Tivemos dificuldades nos dois primeiros dias, mas depois de 72 horas os procedimentos vão sendo encaixados no sistema. 

Como ficam as cirurgias desta semana?
Como desmarcamos na sexta, não marcamos outros procedimentos até quarta-feira.

Qual o prazo para o fim do conserto?
A previsão que a equipe nos passou é de até 15 dias.

Não é muito tempo?
Para as características que necessitamos, não. O paciente eletivo pode esperar. Eventualmente, o serviço pode ser entregue antes. 

O problema é pontual ao centro cirúrgico ou outros setores do hospital são afetados?
Esse ar-condicionado funciona o para o pronto-socorro, centro cirúrgico e unidade de terapia intensiva (UTI). O problema mais grave é no centro cirúrgico. 

E como nesses setores a falta de refrigeração foi resolvida?
Colocamos telas na janelas da UTI para evitar a entrada de mosquitos, por exemplo. 

Muitos pacientes estão usando ventiladores...
No centro cirúrgico é terminantemente proibido o uso de ventiladores. O ventilador faz levantar pó, disseminar bactérias, o que aumenta o risco de infecção hospitalar. Nossa recomendação é que não se use ventiladores em todo o hospital. 

Existe a possibilidade de troca?
Essa é a nossa vontade, mas é um preço muito elevado. Não é como comprar um geladeira e mandar entregar. O ar-condicionado tem que ser dimensionado para essa área. Isso impacta até na parte estrutural do prédio. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade