Publicidade

Correio Braziliense

Quatro pessoas são assassinadas no DF na Sexta-feira Santa

Um rapaz morreu vítima de latrocínio no Gama. Ao menos dois dos casos têm característica de acerto de contas


postado em 31/03/2018 15:45 / atualizado em 31/03/2018 20:08

(foto: Fernando Lopes)
(foto: Fernando Lopes)
Quatro pessoas morreram de forma violenta na Sexta-feira Santa (30/3) em diferentes regiões do Distrito Federal. Gama, Samambaia, Santa Maria e Paranoá foram os cenários das tragédias. Uma pessoa morreu vítima de latrocínio e, em outras duas ocorrências, há suspeita de acerto de contas. No caso mais grave, Raphael Reis Siqueira, 19 anos, morreu após levar um tiro na região do tórax, durante um assalto.


O ato bárbaro aconteceu no Setor Leste do Gama, por volta das 16h30 de ontem. O criminoso levou o celular da vítima. Raphael não reagiu, mas, mesmo assim, acabou baleado e morreu no local. De acordo com testemunhas, o criminoso fugiu em uma moto vermelha. Porém, segundo informações divulgadas pela Divisão de Comunicação da Polícia Civil, ninguém anotou a placa. O caso está a cargo da 14ª Delegacia de Polícia (área central do Gama).

Por volta das 16h, no residencial Totalville, em Santa Maria, um jovem de 19 anos morreu quando chegava, de Sobradinho, para visitar a mãe. Segundo a comunicação da Polícia Militar, a vítima tinha diversas passagens por uso e porte de drogas. Os assassinos estavam em um Ford Ka branco. 

Posteriormente, por volta das 20h30, policiais militares localizaram o Ford Ka na Octogonal, na AOS 4, Bloco B. Os militares confirmaram, pelo sistema de câmeras do condomínio, que o proprietário era um dos moradores. O caso foi registrado na 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria).

Ação rápida

Em Samambaia, PMs apreenderam um adolescente de 15 anos logo após ele matar um desafeto com uma facada no peito após uma discussão. O crime aconteceu no Conjunto 18, da QR 429 e o flagrante, na 431. Segundo a comunicação da corporação, o garoto teria dito que foi ameaçado pela vítima e, por isso, decidiu matá-la. A ocorrência foi registrada na Delegacia da Criança e do Adolescente de Taguatinga (DCA 2).

E, por volta das 23h30, policiais prenderam quatro adultos e apreenderam três adolescentes em um Peugeot cinza. Posteriormente, na 6ª DP, responsável pela região, constataram que o veículo foi usado para dar apoio a motoristas que conduziam um Fiat Mobi roubado, durante outro homicídio.

A prisão aconteceu após militares do Grupo Tático Operacional avistarem um homem desembarcando do Peugeot cinza em atitude suspeita. Ao perceber a aproximação dos policiais, ele tentou descartar um revólver calibre .38 com dois projéteis intactos e um terceiro deflagrado, e fugir. Ele acabou preso uma rua abaixo.

Após a confirmação do uso do veículo em um assassinato, outra equipe da PM localizou o Fiat Mobi na Quadra 7 do Varjão. O proprietário do segundo veículo reconheceu algumas malas que estavam no interior do Peugeot e também dois dos presos. Além disso, no apartamento de um dos suspeitos os policiais encontraram outros pertences da vítima e um carregador de pistola com oito projéteis de .40, e três de .9mm.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade