Publicidade

Correio Braziliense

Terremoto em Brasília: saiba o que fazer em caso de tremor de terra

Terremoto na Bolívia teve reflexos mais fortes no Setor Comercial Sul e no Setor de Autarquias Sul. Apesar do susto, não há vítimas e nenhum dano maior foi registrado nas estruturas vistoriadas


postado em 02/04/2018 13:12 / atualizado em 02/04/2018 13:35

Diversos prédios do Setor Comercial Sul e do Setor de Autarquias Sul foram evacuados por causa do tremor de terra(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Diversos prédios do Setor Comercial Sul e do Setor de Autarquias Sul foram evacuados por causa do tremor de terra (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal recebeu dezenas de pedidos de socorro depois do registro do tremor de terra que foi sentido em diversas áreas de Brasília. Segundo o capitão Ronaldo Reis, em casos de tremor, a primeira atitude deve ser evacuar os prédios pelas escadas de emergência, como ocorreu em vários prédios do Setor de Autarquias Sul e do Setor Comercial Sul, na manhã desta segunda-feira (2/4). Segundo o bombeiro militar, não se deve usar os elevadores e o prédio precisa ficar vazio até a "checagem da edificação".

Além disso, ao perceber rachaduras que possivelmente estejam relacionadas ao abalo sísmico, é aconselhável entrar em contato com as autoridades para uma vistoria de segurança. "As pessoas devem aguardar a visita da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros e, se sentirem necessidade, como forma complementar, também podem solicitar a visita de equipes de engenheiros para avaliação de estrutura de edificações", orienta o capitão.

Ver galeria . 15 Fotos Setor Comercial Sul, em BrasíliaMinervino Junior/CB/D.A Press
Setor Comercial Sul, em Brasília (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press )


"Se a estrutura predial não teve reboco caindo, vidro quebrado, vazamento de água ou gás, significa que a estrutura suportou o tremor, mas, mesmo assim, é interessante que faça a solicitação de vistoria", comenta.

Apesar do susto, nenhum dano

 

O abalo sísmico ficou concentrado na área central de Brasília, mas também foi sentido nas Regiões Administrativas. No Guará, Cruzeiro e Sudoeste alguns prédios foram evacuados.  Segundo o Corpo de Bombeiros, ao menos cinco unidades estão com o efetivo máximo empenhado apenas nas chamadas relacionadas ao terremoto.

Apesar do susto, o capitão tranquiliza a população e diz que, até o momento, nenhum dano maior nas estruturas vistoriadas foi registrado. Também não há vítimas. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, essas dicas podem ajudar na hora de um abalo sísmico:

 

 

1 - Evacuação dos prédios pela escada de emergência;

2 - A brigada de incêndio deve ser acionada para auxiliar na evacuação;

3 - Vistoria à procura de rachaduras e elementos estruturais importantes, como vigas, colunas, pilares e paredes;

4 - O prédio só deve ser liberado depois da checagem da estrutura da edificação;

5 - O ideal é que aconteça um treinamento de evacuação de edifícios.

 

Segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), o tremor sentido em Brasília teve intensidade de 3,8 graus e foi um reflexo de um terremoto de magnitude 6,8 graus ocorrido na Bolívia. Os abalos também foram sentidos em São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade