Publicidade

Correio Braziliense

Buriti recebe iluminação especial voltada à Conscientização do Autismo

O palácio ficará iluminado de azul, cor-símbolo da campanha, até sábado


postado em 02/04/2018 23:20

Buriti fica azul em homenagem ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo(foto: Pedro Ventura/Agência Brasília)
Buriti fica azul em homenagem ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo (foto: Pedro Ventura/Agência Brasília)

Em homenagem ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, comemorado nesta segunda-feira (2/4), o Palácio do Buriti está iluminado de azul, cor símbolo da campanha contra o preconceito. O prédio permanece assim até sábado (7/4). 

O intuito da ação é dar visibilidade à campanha, fortalecendo o debate e esclarecendo dúvidas a respeito do transtorno de espectro autista (TEA). O Dia Mundial de Conscientização do Autismo faz parte do calendário da Organização das Nações Unidas (ONU) desde 2008 e foi criado com o objetivo de combater a discriminação quanto ao tema. 

A iluminação do Palácio do Buriti é um pedido da Coordenação de Promoção de Direitos de Pessoas com Deficiência, da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Atendimento


Os centros de atenção psicossocial (CAPs) são responsáveis  pelo acolhimento, diagnóstico e tratamento no Distrito Federal. As unidades que oferecem atendimento a autistas são: CAPS I da Asa Norte, CAPS II de Brasília, CAPS III de Samambaia, CAPs I e II de Sobradinho, CAPs I e II de Taguatinga, CAPS II do Instituto de Saúde Mental, CAPS II do Paranoá e CAPs I do Recanto das Emas. As equipes contam com médicos, enfermeiros, psicólogos, terapeutas e técnicos de enfermagem. 

O Centro de Orientação Médico-Psicopedagógico (COMPP), o Adolescentro e os ambulatórios de saúde mental também oferecem atendimentos a pessoas com o transtorno de espectro autista, além dos Hospitais de Apoio de Brasília, Materno-Infantil de Brasília e da Criança de Brasília, mediante encaminhamento.

Em caso de emergência, o Hospital de Base, Hospital São Vicente de Paulo e o Núcleo de Saúde Mental do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também estão disponíveis. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade