Publicidade

Correio Braziliense

Estudante é apreendido por portar arma dentro de sala de aula, em Ceilândia

O adolescente, de 15 anos, disse que guardava o revólver para um colega, que havia se envolvido, mais cedo, em uma briga com um terceiro aluno


postado em 10/04/2018 13:13 / atualizado em 10/04/2018 13:15

Um adolescente de 15 anos foi apreendido, por volta das 21h de segunda-feira (9/4), pelo ato infracional análogo a porte ilegal de arma de fogo, no Centro de Ensino Fundamental 20, localizado na QNM 8, em Ceilândia Norte. O jovem, aluno de Educação de Jovens Adultos (EJA) da instituição, foi encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente 2 (Taguatinga).

A direção do CEF 20 acionou o Batalhão Escolar da PM depois de uma briga entre dois alunos de EJA, na qual um deles, de 19 anos, ameaçou o colega com uma faca. Ao chegar à escola, os militares encontraram o jovem fora do colégio, mas ele não portava a faca no momento. 
 
Pouco tempo depois, no entanto, o Batalhão foi novamente acionado. "Populares informaram que ele teria repassado uma arma de fogo para dentro da escola, possivelmente com medo de ser abordado novamente e ser preso. Cientes da situação, conversamos com a direção da escola, que permitiu a Operação Varredura (revista geral nas salas de aula)", afirmou o sargento Teodoro, da Polícia Militar do DF. 
 
Na segunda sala revistada, a arma calibre .32, com seis munições intactas, foi encontrada na mochila do adolescente de 15 anos. Questionado pelos policiais, ele alegou ter guardado o artefato para o estudante de 19 anos, que não foi mais encontrado. 
 
Após passar pela DCA 2, o adolescente foi levado para o Núcleo de Atendimento Integrado (NAI) da Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal, onde ficará à disposição do Juízo da Infância e Juventude do Distrito Federal. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade