Publicidade

Correio Braziliense

Corpo de homem é encontrado em saída de ar da UPA de Ceilândia

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o corpo já estava em estado de decomposição. A vítima ainda não foi identificada, mas a suspeita é de que se trata de um paciente, pois havia resquícios de uma pulseira no pulso


postado em 03/05/2018 18:20 / atualizado em 03/05/2018 19:23

Corpo encontrado na saída de ar passou por perícia(foto: Luis Nova/Esp CB/D.A. Press)
Corpo encontrado na saída de ar passou por perícia (foto: Luis Nova/Esp CB/D.A. Press)
 
O corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado nesta quinta-feira (3/5) na saída de ar da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ceilândia. O delegado Fernando Fernandes, responsável pela operação, declarou que se trata de um possível paciente. "Ele estava com um acesso do hospital e resquícios de uma pulseirinha de entrada", informou. 
 
Um funcionário da limpeza localizou o corpo, já em estado de decomposição. De acordo com a Polícia Civil, o pessoal da manutenção começou a vasculhar o local depois que vários pacientes da unidade reclamaram de um mau cheiro que tomou conta do ambiente. 

O Corpo de Bombeiros ficou responsável pela retirada do cadáver. Como ele estava em um local apertado e a quase 5 metros de distância da entrada do fosso, foi necessário quebrar uma parede do hospital. "Tivemos que quebrar praticamente um metro para fazer a amarração do corpo e retirá-lo", detalhou o sargento Laercio, responsável pela operação. 
 
Ver galeria . 10 Fotos Luis Nova/Esp.CB/D.A.Press
(foto: Luis Nova/Esp.CB/D.A.Press )
 

Por conta da ação dos bombeiros, a emergência, local por onde o homem foi retirado, ficou interditada.  O fluxo de pacientes na unidade de saúde foi reduzido e somente casos extremamente graves estão sendo atendidos. 

A Polícia Civil realizou a perícia no local. As investigações ficarão a cargo da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte – Ceilândia).
 
* Estagiário sob supervisão de Mariana Niederauer 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade