Publicidade

Correio Braziliense

Homem é morto em assalto, na frente da namorada, em Ceilândia

Vídeo divulgado pela Polícia Civil mostra o instante em que o homem, de 23 anos, é atingido por uma arma de fogo e é acudido pela esposa


postado em 10/05/2018 09:52 / atualizado em 10/05/2018 16:36

Um soldado do Exército, identificado como Vinicius Gomes dos Santos, 23, foi morto a tiros durante um assalto em uma rede de fast food, na QNM 18, em Ceilândia. O crime ocorreu por volta das 22h de quarta-feira (9/5) e, segundo informações preliminares, teria sido praticado por duas pessoas. O caso foi registrado na 23ª Delegacia de Polícia (P Sul), mas a investigação está a sob a responsabilidade dos investigadores da 15ª DP (Ceilândia Centro).



Um vídeo, divulgado pela Polícia Civil, mostra uma pessoa do sexo masculino, aparentemente um adolescente, entrando no estabelecimento e anunciado o assalto, na mesa em que a vítima estava. Neste momento, Vinícius se levanta e caminha até o jovem, que se afasta de costas. Ao mesmo tempo, um homem se aproxima do adolescente e dispara contra o soldado do Exército, que cai. Em seguida, os dois criminosos saem correndo. 

"Pelas imagens que recebemos, pareceu que ele teve uma atitude reativa, apesar de, em momento algum, ele correr ou partir para cima do adolescente com agressividade. Como se trata de um menino de baixa estatura e não parecia estar armado, ele quis se certificar. Só que ele não esperava ser surpreendido pelo segundo comparsa", explica o delegado-chefe da 15ª DP, André Leite.

Vinícius foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros até o Hospital Regional de Ceilândia (HRC), onde recebeu atendimento. Todavia, ele não resistiu aos ferimentos e morreu. A namorada do militar, que estava no local, foi levada até a delegacia de flagrante (23ª DP) para prestar depoimento. 

"Ainda não temos nenhuma informação sobre o segundo envolvido no latrocínio. Estamos colhendo imagens das câmeras de segurança internas do restaurante para que tenhamos imagens mais claras. Mas, pelo que avaliamos e conversamos com a esposa da vítima, o primeiro jovem possivelmente é um adolescente", finaliza André. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade