Publicidade

Correio Braziliense

Vigilante é morto dentro de escola em Ceilândia; PM procura suspeito

Segundo a PM, o homem foi encontrado por colega de trabalho, na manhã desta quinta-feira (10/5). Nenhum pertence da vítima foi levado


postado em 10/05/2018 10:46 / atualizado em 10/05/2018 15:12

Homem foi encontrado morto por colega de trabalho nesta quinta-feira (10/5), por volta das 7h40(foto: Divulgação/Sindesv)
Homem foi encontrado morto por colega de trabalho nesta quinta-feira (10/5), por volta das 7h40 (foto: Divulgação/Sindesv)

Um vigilante foi encontrado morto com quatro tiros no peito dentro da Escola Classe Jiboia, área rural de Ceilândia. De acordo com informações do Sindicato dos Vigilantes (Sindesv), a vítima é Luiz Mario Fernandes da Silva, 49 anos, e era terceirizado. Ele estava apenas substituindo um vigilante por 15 dias. O corpo dele foi encontrado por volta das 7h40 desta quinta-feira (10/5), quando o colega de trabalho de Luis Mario chegou para assumir o posto. 

 

O vigilante foi encontrado com quatro tiros no peito. Nenhum pertence dele foi levado, segundo a PM(foto: Divulgação/Sindesv)
O vigilante foi encontrado com quatro tiros no peito. Nenhum pertence dele foi levado, segundo a PM (foto: Divulgação/Sindesv)
 

 

Segundo a comunicação da Polícia Militar, o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) chegou a ir ao local, contudo, o homem já havia falecido. "Houve uma tentativa de reanimação da vítima. Certamente ele veio a óbito bem antes de ser encontrado pelo colega que iria substituí-lo", explica o major Michello Bueno.

 

Segundo a PM, nenhum pertence da vítima foi levado. "A moto dele estava no local com a chave, não levaram nada. Por isso, a suspeita é de acerto de contas", finaliza o major. 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade