Publicidade

Correio Braziliense

Cirurgias eletivas e Saúde da Família estão suspensos no Distrito Federal

Os serviços eletivos de saúde da rede pública continuam suspensas na segunda-feira (28/5). A medida visa economizar recursos para atendimento de urgência e emergência


postado em 27/05/2018 14:00 / atualizado em 27/05/2018 15:08

Em decorrência da crise de abastecimento, resultado da greve dos caminhoneiros, as cirurgias eletivas e o programa do governo Saúde da Família estão suspensos na segunda-feira (28/5).

Segundo o secretário de Saúde, Humberto Fonseca, a ordem é que as unidade de saúde se concentrem nos serviços de urgência e emergência. Na segunda-feira, será feito o reabastecimento de óleo de caldeiro nos hospitais da rede pública, o estoque atual só dura até terça-feira. O material é utilizado para aquecer água nos hospitais do Gama, do Paranoá e de Santa Maria, por exemplo.

O possível retorno dos serviços eletivos será avaliado em reunião na segunda.

O governador divulgou, em coletiva de imprensa, que há oxigênio e alimentação suficiente para que os hospitais do DF funcionem por mais uma semana. "Estamos bem abastecidos, tivemos mais de 200 caminhões chegando no sábado", informou o Secretário de Saúde.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade