Publicidade

Correio Braziliense

Homem tenta atropelar desafeto, derruba muro e invade casa em Ceilândia

Os envolvidos ficaram feridos e acabaram encaminhados para o Hospital Regional de Ceilândia. Cozinha da residência ficou destruída


postado em 06/06/2018 21:21 / atualizado em 06/06/2018 21:56

O motorista derrubou o muro de uma residência e invadiu e destruiu a cozinha da casa(foto: Sarah Peres/Esp. CB/D.A Press)
O motorista derrubou o muro de uma residência e invadiu e destruiu a cozinha da casa (foto: Sarah Peres/Esp. CB/D.A Press)

Um jovem, identificado como Rafael Luan da Silva, 20 anos, tentou matar um desafeto, atropelando a vítima, identificado como Alisson Jefferson de Jesus, 22 anos. Na manobra, os dois ficaram feridos. Além disso, o motorista derrubou o muro de uma residência, invadiu o local e destruiu a cozinha da casa. Os moradores não se machucaram. O fato aconteceu na tarde desta quarta-feira (6/6), no setor P Norte, em Ceilândia. A 19ª Delegacia de Polícia, responsável pela região, investiga o caso.

Segundo investigadores, Rafael dirigia pela localidade quando avistou Alisson, que seguia a pé. Neste momento, o motorista virou o veículo e jogou contra o jovem. Rafael bateu a cabeça no volante e quebrou os dentes. Socorristas o levaram para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC). Ele já foi liberado e está detido na delegacia. Já Alisson fraturou o fêmur e segue internado na mesma unidade, enquanto aguarda por uma cirurgia.

No momento da colisão, o coletor de material hospitalar Francisco Alexandre de Souza, 56, estava reunido com a família na sala da residência atingida. Eles se preparavam para viajar para Formosa (GO). "Na hora, escutei um barulho muito alto e, na sequência, subiu fumaça e poeira para todo o lado. Só quando me levantei foi que vi o estrago na minha cozinha", relatou.

Fernando Galvão de Souza, 32, filho de Francisco, comentou o perigo que a família correu. "A sorte é que não estávamos na cozinha. Com o impacto, quebrou nossos armários e quase que abriu o botijão. Se tivesse gás, poderia até ter explodido", disse. Agora, a família se organiza para tentar fechar o buraco na casa ainda nesta quarta (6). Para este primeiro trabalho, eles gastaram R$120.

"Vamos tapar porque, se não, amanhã amanhece sem nada aqui. Mas vamos fazer algo simples e, depois,  uma reforma”, finalizou Fernando. O carro usado por Rafael para tentar matar Alisson ficará apreendido na 19ª DP e deve ser usado para pagar os custos do prejuízo da família.

Motivação

O delegado Fernando Fernandes, chefe da 19ª DP, inicialmente trata o caso como acerto de contas. "Pelo o que apuramos até o momento, Alisson estaria devendo dinheiro para Rafael. Tudo indica que seja uma dívida por tráfico de drogas. Contudo, iremos continuar as investigações para esclarecer as circunstâncias", explicou.

O caso é tratado como tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. Rafael está preso e será encaminhado à carceragem da Delegacia de Polícia Especializada (DPE).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade