Publicidade

Correio Braziliense

Morre homem baleado por PM aposentado em faixa de pedestre

Francisco Jean Ferreira estava internado em estado grave desde o dia do crime, em 27 de maio. O PM responde em liberdade


postado em 07/06/2018 07:36 / atualizado em 07/06/2018 10:42

Jean, conhecido como Meinha, era skatista do grupo Família Skate Board(foto: Fabiano Nery/Divulgação)
Jean, conhecido como Meinha, era skatista do grupo Família Skate Board (foto: Fabiano Nery/Divulgação)

Após ficar 11 dias internado em estado grave na UTI do Hospital de Base de Brasília (HBB), o homem baleado em uma faixa de pedestre por um policial militar da reserva morreu na noite desta quarta-feira (6/6). Francisco Jean Ferreira, 39 anos, levou um tiro na cabeça, em 27 de maio, após discutir com o suspeito por ele não ter respeitado a faixa. 

Jean atravessava a rua com a esposa Gabriele Alves de Lima, 26 anos, e os dois filhos,  de 4 e 9 anos, em 27 de maio, quando o suspeito não parou a motocicleta que pilotava e avançou a faixa. O casal teria xingado o PM, que voltou, desceu da moto e, depois de uma briga física, atirou no pai da família. Gabriele também foi atingida na perna, mas passa bem. 

O autor dos disparos fugiu sem prestar socorro. Dois dias depois ele se apresentou à delegacia, entregou a arma e foi liberado no mesmo dia, após alegar que os disparos foram acidentais. Até o momento, ele não responde o processo preso. 

No dia 31 de maio, amigos e familiares saíram às ruas, pedindo por justiça. Jean era chamado de Meinha pela Família Skate Board, grupo de skatista do qual fazia parte. Artistas da cidade fizeram um grafite com o desenho de Jean em uma pista de skate, como forma de homenagem. A família ainda não divulgou informações sobre o velório. 
 
Amigos e família pedem por justiça e fazem homenagem a Jean(foto: Fabiano Nery/Divulgação)
Amigos e família pedem por justiça e fazem homenagem a Jean (foto: Fabiano Nery/Divulgação)

 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade