Publicidade

Correio Braziliense

Manifestantes invadem Ministério das Cidades; porta de entrada é quebrada

Segundo líderes de movimentos sociais, a porta de vidro foi quebrada após ação da Polícia Militar; corporação nega


postado em 07/06/2018 17:50 / atualizado em 07/06/2018 18:38

Ver galeria . 11 Fotos Letícia Cotta/CB/D.A Press
(foto: Letícia Cotta/CB/D.A Press )


Manifestantes de diversos movimentos sociais, que estavam acampados próximo ao Ministério das Cidades, invadiram o órgão na tarde desta quinta-feira (7/6). Eles reivindicam uma reforma urbana, ou seja, pedem uma reordenação das cidades e a democratização das estruturas para garantir o acesso da população de menor renda. 

A ação teria começado por volta das 12h. De acordo com uma funcionária da pasta, que preferiu não se identificar, duas pessoas entraram inicialmente para ver como estava o movimento e, e seguida, chamara os demais. "Quebraram o vidro da porta do ministério", explica. A funcionária ainda relatou ao Correio que a confusão ocorreu por conta da demora no atendimento aos manifestantes, que chamavam e esperavam pelo ministro. Segundo a polícia, apenas o vidro da entrada foi quebrado com a invasão. 

Uma das líderes dos movimentos sociais relatou, no entanto, que a porta não foi quebrada por manifestantes e sim por policiais militares. "Um dos PMs estava armado e só não atirou em nós porque na hora pedimos para filmarem. Esse policial que apontou a arma de fogo para nós foi o mesmo que arrebentou a porta do Ministério das Cidades, Alexandre Baldy. Registramos essa denúncia para que os movimentos populares não levem a fama", acrescenta.

O representante da corporação no local, 1º Tenente Silva, rebateu a acusação, e afirmou que a polícia não estava no local no momento da invasão. "Não tivemos acesso às imagens e nem estávamos no local na hora do ocorrido", disse.

Reunião


Após encontro com os movimentos, Alexandre Baldy revelou que haverá um novo processo de seleção para o Programa Nacional de Habitação Urbana (PNHU) e para o Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR). "Hoje mesmo encaminhamos a portaria, para que possa sair na sexta-feira no Diário Oficial a nova seleção do PNHU e PNHR. Não é semana que vem, nem qualquer dia, é hoje mesmo", respondeu o ministro.

*Estagiária supervisionada por Ana Letícia Leão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade