Publicidade

Correio Braziliense

Decisão da Justiça Federal isenta IHBDF do pagamento de impostos

Certificação de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas) é conferida pelo governo federal a entidades sem fins lucrativos. Expectativa é de que o Instituto Hospital de Base economize cerca de R$ 20 milhões ao ano com a decisão


postado em 09/06/2018 20:36 / atualizado em 09/06/2018 21:23

Hospital de Base do Distrito Federal(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 9/9/2004)
Hospital de Base do Distrito Federal (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 9/9/2004)

O Instituto Hospital de Base do Distrito Federal (IHBDF) recebeu da Justiça Federal a Certificação de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas) na área de saúde. Com a decisão, o instituto fica isento do pagamento de impostos e de contribuições sociais, como patronal, PIS e Cofins, e poderá efetuar convênios com o governo federal, inclusive para repasse de verba de forma direta, sem necessidade de mediação do Governo do Distrito Federal. A decisão é de sexta-feira (8/6).

A juíza federal substituta Diana Wanderley, da 5ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do DF, atendeu ao pedido apresentado pela direção do hospital contra a União em 28 de fevereiro. No processo, a ré alegou que o IHBDF não havia apresentado relatório de atividades referente ao ano de 2017 e, portanto, considerou que a entidade não teria prestado serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS). A União defendeu, ainda, que os serviços dos anos anteriores foram prestados pelo Hospital de Base, não pelo instituto, que iniciou as atividades em janeiro de 2018.

Apesar de a Cebas ser concedida apenas para entidades constituídas há mais de 12 meses, a magistrada afirmou que a lei excetua essa determinação caso as instituições estejam conveniadas com o poder público e vinculadas ao SUS. Diante disso, a juíza determinou que os documentos relacionados à prestação de serviços ao SUS pelo Hospital de Base deverão ser transferidos para o IHBDF.

O processo foi analisado em caráter de urgência em face dos riscos de o IHBDF arcar com cada vez mais gastos decorrentes dos tributos, o que, segundo a magistrada, poderia prejudicar os serviços prestados. O descumprimento da decisão resultará em multa diária para a União, além da abertura de uma ação penal no Ministério Público Federal (MPF) por desobediência ou prevaricação (atraso no cumprimento da decisão), e por improbidade administrativa.

Para o diretor presidente do Instituto Hospital de Base, Ismael Alexandrino, o dinheiro destinado aos impostos será reinvestido na instituição para aquisição de insumos, medicamentos e reparo de equipamentos. Até então, apenas a Rede Sarah detinha a Cebas no Distrito Federal. "É uma certificação geralmente difícil de se obter. Nós a pedimos em 28 de fevereiro e só conseguimos agora", ressalta. Alexandrino acrescenta que a decisão é retroativa à data do pedido e tem validade desde fevereiro deste ano.

O que diz a lei


O artigo 195, parágrafo 7º da Constituição Federal, concede às entidades beneficentes de assistência social imunidade das contribuições destinadas à seguridade social. A Cebas é conferida pelo governo federal a pessoas jurídicas de direito privado sem fins lucrativos de atuação na área social, educacional ou da saúde.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade