Publicidade

Correio Braziliense

Polícia prende suspeito de matar funcionário de supermercado em Taguatinga

O homem foi preso durante confronto com policiais civis. Ele foi baleado na perna e socorrido ao hospital


postado em 12/06/2018 09:08 / atualizado em 12/06/2018 11:22

(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)
(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)

Agentes da Polícia Civil prenderam um homem suspeito de assassinar um funcionário de um supermercado e balear um comerciante em Taguatinga. Ele foi identificado como Douglas dos Santos Macedo, 38 anos. O crime aconteceu em 5 de junho, após o criminoso roubar o caixa do estabelecimento. No momento da fuga, o emprego, armado, tentou impedir o criminoso, que tomou o revólver .38 da vítima e atirou contra ele. O acusado tentou fugir em uma moto, que não funcionou e ficou no local. O veículo foi fundamental para os investidores chegarem até Douglas. Ele fugiu em um carro, que foi roubado na área próxima ao crime.  

De acordo com informações dos investigadores, o suspeito, conhecido como Furão, foi preso no início da noite dessa segunda-feira (11/6), durante uma troca de tiros com policiais civis em Samambaia Norte. Os agentes o atingiram na perna e ele foi capturado e socorrido no Hospital Regional de Taguatinga (HRT).

A investigação estava à cargo da 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Norte) e a prisão contou com apoio da Divisão de Operações Especiais (DOE) e da Polícia Militar. Os agentes buscaram por Douglas por meio da moto que ele deixou na cena do crime. Eles chegaram até um lava-jato, também em Samambaia, que identificaram Douglas como o proprietário do automóvel e funcionário do estabelecimento. 

Policiais iniciaram as buscas pelo suspeito, que mora na região administrativa. Ele cumpria pena por diversos crimes no regime semi-aberto desde maio. Ele ficou preso no regime fechado desde 2008. 

Na segunda-feira (11/6), Douglas foi encontrado pelos agentes na QR 402, conversando com um amigo, na frente da casa dele. A polícia teria anunciado a prisão e, neste momento, Douglas teria usado um revólver .38 - o mesmo utilizado para tirar a vida do funcionário do mercado - para disparar contra os agentes. Na troca de tiros, Douglas ficou ferido na perna. Nenhum policial foi atingido. 
 
Ainda de acordo com a apuração policial, o suspeito tem passagens desde 1999: nove roubos, dois latrocínios, porte ilegal de arma, porte de drogas, duas lesões corporais e homicídio tentado e consumado. 

O crime

Em 5 de junho, após o criminoso roubar o caixa do estabelecimento, dois funcionários do mercado saíram atrás de Douglas. Um deles estava armado com um revólver calibre .38. 
 
Em meio a perseguição, o criminoso entrou em briga corporal com o funcionário do supermercado. Douglas teria conseguido tomar o artefato, usado para disparar contra a vítima. O outro funcionário também foi atingido na perna - após atendimento hospitalar, ele recebeu alta. 

Depois de atingir os funcionários, Douglas tentou deixar o local em uma motocicleta, que não funcionou. Em seguida, o acusado roubou um veículo, que ainda não foi localizado. A Polícia Civil acredita que o carro teria sido incendiado em Santo Antônio do Descoberto, municipio goiano.

A princípio, houve a suspeita de que Douglas estivesse com um comporsa na hora do crime. Contudo, nenhuma testemunha confirmou a informação, de acordo com a Polícia Civil.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade