Publicidade

Correio Braziliense

Lei agrega 12 novos municípios à Ride-DF

O objetivo é possibilitar o desenvolver de ações governamentais e viabilizar soluções para os problemas que necessitam da atuação conjunta


postado em 14/06/2018 20:30

O Governo Federal sancionou nesta quinta-feira (14/6) a lei que autoriza a agregação de mais 12 municípios na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride-DF). Os novos integrantes são: Alto Paraíso, Alvorada do Norte, Barro Alto, Cavalcante, Flores de Goiás, Goianésia, Niquelândia, São João d’Aliança, Simolândia e Vila Propício, todos de Goiás e Arinos e Cabeceira Grande, em Minas Gerais. 

Para a ampliação, o projeto que deu origem à nova legislação apontou que os novos membros apresentam uma forte ligação socioeconômica com o Distrito Federal. O objetivo é possibilitar o desenvolver de ações governamentais e viabilizar soluções para os problemas que necessitam da atuação conjunta, buscando promover uma redução das diferenças socioeconômicas do Entorno.

Para o professor emérito da Universidade de Brasília Aldo Paviani, os benefícios ainda são incertos. "Os avanços dependem de uma gestão política intensa e investimento do governo federal. Os recursos, hoje, não são suficientes nem para alimentar a antiga formação da Ride", ponderou. 

Antes da mudança, a Ride era formada pelo Distrito Federal e pelos municípios goianos de Abadiânia, Água Fria de Goiás, Águas Lindas, Alexânia, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Pirenópolis, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso e Vila Boa, além dos municípios mineiros de Unaí e Buritis.

Criada em 1998, a Ride surge como canal de articulação de ações administrativas da União, dos Estados de Goiás, Minas Gerais e do Distrito. O objetivo é  promover projetos de desenvolvimento econômico e melhorias em políticas públicas na escala regional. Os investimentos devem priorizar interesses comuns entre os membros, de modo a  promover o desenvolvimento integrado e favorecer a população.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade