[an error occurred while processing this directive] Guiso de lentejas para torcer pelo Uruguai contra a França - Cidades
Publicidade

Correio Braziliense

Guiso de lentejas para torcer pelo Uruguai contra a França

O time sul-americano enfrenta a França e abre as quartas de finais. Torcedores se reúnem em Brasília na embaixada


postado em 06/07/2018 11:09 / atualizado em 06/07/2018 20:54

Torcedores uruguaios reunidos na Embaixada(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Torcedores uruguaios reunidos na Embaixada (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Nunca a Embaixada do Uruguai abriu tanto a sua porta, em Brasília, para o público externo. Tanta disponibilidade tem um motivo justo: com o avanço do país sul-americano na Copa do Mundo, a Embaixada virou ponto de encontro dos uruguaios e apoiadores, de todas as nacionalidades do país. Nesta sexta-feira (6/7), os uruguaios se postaram de pé e cantaram, com força, o hino nacional do país. "É a quinta vez que recebemos nossos compatriotas e amigos na Copa", comemora o cônsul Nicolás Zúñiga Vellozas.

A exemplo do que aconteceu durante as partidas do Uruguai anteriores, um prato típico do país será servido aos convidados. A opção, dessa vez, é o "guiso de lentejas", o cozido com lentilhas. "É um prato muito popular no Uruguai durante o inverno e leva linguiça, cenoura e batata, além de lentilha. Ele é servido com arroz", explicou o  cônsul. O grupo assiste a partida contra a França pela Sport TV, mas a transmissão sonora é toda em espanhol, com a sintonia da rádio FM Del Sol.

Tristeza e orgulho 

O apito final do juiz foi a senha para a manifestação de tristeza na Embaixada do Uruguai. A fisionomia esperançosa dos uruguaios, que marcaram os últimos 25 minutos da partida, quando a seleção já perdia para a França por 2 x 0, deu lugar ao choro.
 
Aos poucos, cabisbaixa, a torcida uruguaia foi deixando o salão onde foi transmitido o jogo pelas quartas de final. Ninguém falou em decepção. Guerreira, aguerrida e forte foram as características apontadas para a equipe. "O resultado não reflete como foi o jogo, mas a equipe sai da Copa de cabeça erguida, com toda a humildade e respeito aos seus três milhões e meio de habitantes", desabafou Conrado Deguer de Vargas, uruguaio da cidade de Artigas.

Vivendo no Brasil desde 2001, Conrado, tem dupla nacionalidade, esposa e filho brasileiros. Entusiasmado pelo que considerou uma excelente campanha do Uruguai, o torcedor disse que o país deixa um belo exemplo para a juventude do país. "O nosso técnico, Mestre Oscar, sempre fez questão de passar para a equipe valores que são importantes para toda a sociedade, como respeito, honestidade e educação", enfatizou. 

#CBnaCopa2018

 
Quer ver sua foto estampada no jornal e no site do Correio Braziliense? Quando publicar a sua torcida no Instagram,  use a hashtag #CBnaCopa2018. Você e sua turma podem aparecer em uma galeria de fotos, em uma página gráfica ou até na capa do jornal. Já pensou? Não fique de fora!

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade