Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Civil procura suspeito de tentar matar agente em drive-thru

O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (5/7) em um drive-trhu, no Gama. Durante a ocasião, um dos criminosos foi baleado pelo policial e morreu


postado em 06/07/2018 13:40 / atualizado em 06/07/2018 21:07

Quem tiver alguma informação que possa identificar o suspeito, pode entrar em contato com a Polícia Civil(foto: PCDF/Divulgação)
Quem tiver alguma informação que possa identificar o suspeito, pode entrar em contato com a Polícia Civil (foto: PCDF/Divulgação)
 
Agentes da Polícia Civil procuram o terceiro acusado de tentar matar e roubar um agente da Coordenação de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Corpatri). O crime aconteceu na madrugada dessa quinta-feira (5/7), em um drive-trhu, no Gama. O investigador disparou contra um dos criminosos, que morreu em um hospital particular da região administrativa.  

Segundo a Polícia Civil, um dos suspeitos é Aluan Mazio Ferreira dos Santos, 35. Ele acabou preso no mesmo dia do crime e seria o dono do veículo que os bandidos usaram para fugir do local do crime. Salomão Pereira Pinha, 26, foi o suspeito atingido pelos disparos do policial. Ambos tinham uma ficha criminal extensa e respondiam por crimes, como roubo e tráfico.  

Um dos delegados à frente do caso, Ronney Matsui, explica que os investigadores chegaram até o suspeito a partir da documentação do carro. "Agora, estamos à procura do terceiro envolvido. Ele aparece nas imagens do circuito de segurança do hospital para onde Salomão foi levado", comenta.  

Durante o crime, a vítima ainda realizou dois disparos contra o criminoso, um deles atingiu a barriga do suspeito. Em seguida, a arma de fogo do agente parou de funcionar. Nesse momento, Salomão tenta atirar contra o policial, mas a arma de fogo dele também falha. Pouco tempo depois ele foge com os comparsas.
   
 

Os investigadores também procuram o paradeiro do veículo utilizado para a fuga. De acordo com o delegado, Aluan escondeu o veículo e optou por não auxiliar nas investigações.  

Quem tiver informações que possam identificar o terceiro suspeito, pode entrar em contato com a Polícia Civil pelos seguintes canais: telefone 197; e-mail: denuncia197@pcdf.df.gov.br ; 197 Denúncia On-line, no site. www.pcdf.df.gov.br/serviços/197.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade