Publicidade

Correio Braziliense

Esperançosa, torcida brasileira pede por virada verde-amarela

Seleção Brasileira enfrenta a Bélgica nas quartas de final da Copa do Mundo. Os belgas abriram 2 a 0 ainda no primeiro tempo


postado em 06/07/2018 16:22 / atualizado em 06/07/2018 16:41

(foto: Minervino Junior/CB/DA Press)
(foto: Minervino Junior/CB/DA Press)

 
Em Águas Claras, o clima é de esperança por uma virada brasileira no segundo tempo. Mais de 100 pessoas se reuniram nos bares Basic Lounge e Ponto Beer, na Avenida Araucárias. A alegria do começo da partida acabou substituída por nervosismo e angústia, e o sentimento é de que o placar não está sendo justo. 

O grupo de amigos da auxiliar administrativa Glaucia Martins, 32 anos, veio de Samambaia para Águas Claras e chegou cedo para descolar um lugar em frente a uma das televisões instaladas no Basic Lounge.
“Vai rolar dois gols do Firmino no segundo tempo e vamos empatar. O Brasil está jogando melhor, não é justo perder”, conta Glaucia.
 
A psicóloga Cricia Martins, 32, também acredita em uma superioridade brasileira. “A bola só não está entrando, mas estamos em cima o tempo todo”, garante. Aos 7 minutos do segundo tempo, quando Neymar foi derrubado na área do gol, o público se revoltou. Glaucia até gritou e bateu na TV “É pênalti, juiz”, gritou. 
 
(foto: Minervino Junior/CB/DA Press)
(foto: Minervino Junior/CB/DA Press)
 

No Ponto Beer, o grupo de amigos de Elaine Coutinho, 26, Flávia Oliveira, 36, e Lucas Queiroz, 23, também acreditam em uma virada. “Vai dar Coutinho no segundo tempo, ele vai trazer essa vitória, temos o mesmo sobrenome e acredito que ele vai mudar esse placar”, contou Elaine Coutinho. 

Na mesa, todos confirmaram que não são muito fãs de futebol, mas que acompanham todos os jogos da Copa. “Não da para prever um resultado. O Brasil tava jogando muito melhor no primeiro tempo. Os gols foram por erros brasileiros, mas o jogo é nosso o tempo todo”, acredita Flávia.
 

Ruas vazias
 

Taguatinga está com as ruas vazias e os bares lotados no 5° jogo do Brasil na Copa do Mundo da Rússia. O primeiro tempo deixou os torcedores abalados nos estabelecimentos que estão exibindo a partida contra a Bélgica.

No Destilaria, na Comercial Sul, o placar abalou os amigos Renan Moura, 24 anos, Gleysse Lhoren dos Santos, 25, e Daniele Damasceno, 24."Ainda tenho esperança, embora pense que, desde o início, o Brasil vem jogando mal. Vai ser difícil virar, mas espero uma melhora no segundo tempo", disse Renan.

Gleysse discorda. "É um jogo difícil desde o início. Mas temos time para virar, tanto no coletivo quanto no individual. Falta abrir espaço e jogar com garra", avaliou. 
 
(foto: Luiz Calcagno/CB/DA Press)
(foto: Luiz Calcagno/CB/DA Press)
 
 
Moradores de Águas Claras, Robert Dourado, 40, Amanda Mesquita, 33, e Catarina Dourado, 5, saíram em busca de um bar paa assistir o jogo e só encontraram mesa em Taguatinga. 

Apesar do placar, eles também mantém as esperanças. "O Brasil tem um bom time. Ai da podemos fazer dar certo", insiste Robert. "Temos chance. Esperança sempre", garante Amanda. 
 

#CBnaCopa2018

Quer ver sua foto estampada no jornal e no site do Correio Braziliense? Quando publicar a sua torcida no Instagram,  use a hashtag #CBnaCopa2018. Você e sua turma podem aparecer em uma galeria de fotos, em uma página gráfica ou até na capa do jornal. Já pensou? Não fique de fora! 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade