Publicidade

Correio Braziliense

Psol lança Fátima Sousa ao GDF prometendo 'romper com a velha política'

Professora da UnB, Fátima terá como vice em sua chapa a assistente social Keka Bagno


postado em 28/07/2018 13:45 / atualizado em 28/07/2018 15:04

Ver galeria . 3 Fotos Fátima Sousa e Keka BagnoPsol/Divulgação
Fátima Sousa e Keka Bagno (foto: Psol/Divulgação )

A Convenção do Partido Socialismo e Liberdade (Psol) homologou as candidaturas da professora da UnB Fátima de Sousa e da assistente social Keka Bagno aos cargos de governadora e vice-governadora do Distrito Federal, respectivamente. Em convenção, realizada neste sábado (28/7), a legenda também definiu os nomes do ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas Chico Sant’anna e do auditor-fiscal Marivaldo Pereira como concorrentes ao Senado, além de definir os postulantes à Câmara dos Deputados e à Câmara Legislativa do DF.

 

"A velha política acabou. O Psol é a alternativa, não só para a eleição, mas para governar a cidade", disse Fátima Sousa. Ela reiterou a convicção em um resultado positivo do partido na capital, ressaltando que a população brasiliense procura alternativas à política tradicional. "É importante votar no PSOL para governadora, mas, também, para as câmaras Distrital e Federal, além do Senado. Assim quebraremos, de vez, o ciclo da velha política do DF", acrescentou. 

 

A convenção, realizada na manhã deste sábado, no Centro de Convenções, com a participação de 250 pessoas, aprovou, também, a coligação com o Partido Comunista Brasileiro (PCB) e o apoio de movimentos sociais, como o MTST, do qual o pré-candidato à Presidência da República, Guilherme Boulos, faz parte. As deliberações foram adotadas por unanimidade dos delegados presentes.

  
Toninho do Psol, candidato ao GDF nas eleições passadas e postulante a uma vaga na Câmara Legslativa este ano, enfatizou que o partido vai surpreender nestas eleições. "Somos um partido que sempre lutou pela ética na política. É isso que a população espera de nós", disse Toninho, que também concorreu ao GDF em 2006 e 2010.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade