Publicidade

Correio Braziliense

Palestra visa conscientizar sobre a doença celíaca nesse domingo

Evento discutirá a importância dos cuidados com a saúde de pessoas que convivem com a enfermidade, que não tem cura


postado em 04/08/2018 20:40 / atualizado em 04/08/2018 20:42

Neste domingo (5/8), a Associação dos Celíacos do Brasil (Acelbra) promove palestra sobre a doença celíaca, uma enfermidade autoimune que afeta pessoas com predisposição genética, caracterizando-se pela intolerância permanente ao glúten. A roda de conversa gratuita começa às 8h30, atrás da Administração do Parque da Cidade.
 
A palestra deste ano tem como tema “A atividade física e sua imunidade”, será ministrada pelo doutor Wandregiselo Ponce e pelo preparador físico Ricardo Vilela. O objetivo da atividade é discutir a importância da atividade física para o sistema imunológico de um celíaco, sinalizando os diferentes cuidados com o corpo.  
A doença afeta o intestino delgado e não tem cura. Pessoas que sofrem desse mal não podem consumir o glúten e devem seguir uma dieta que exclua o alimento. Pode ocasionar a atrofiação da mucosa do intestino, causando prejuízo na absorção dos nutrientes, sais minerais e água. Há mais de 200 sintomas relacionados à doença.

A Lei nº 8.543, de 23 de dezembro de 1992, determina a fabricantes de produtos alimentícios a sinalização daqueles que contenham trigo, malte, cevada, centeio e aveia com a expressão "contém glúten". 
 
Ao longo dos anos, os celíacos e organizações representativas tentam incentivar as indústrias brasileiras a  fabricarem produtos sem glúten para uso diário das pessoas que convivem com a doença. A medida é seguida na Argentina, Uruguai, Chile, Canadá, Estados Unidos e em toda a Europa.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade