Publicidade

Correio Braziliense

Homem que agrediu corretora de imóveis irá a júri popular nesta quarta

Thiago Dantas Tizon agrediu Danielle Almeida com um martelo em novembro, enquanto ela apresentava um apartamento para ele na 412 Sul. O réu será julgado por tentativa de homicídio


postado em 07/08/2018 22:46 / atualizado em 08/08/2018 21:37

(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press - 3/3/2017)
(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press - 3/3/2017)


Acusado de tentar matar a corretora de imóveis Danielly Almeida dos Santos a golpes de martelo, Thiago Dantas Tizon de Oliveira irá a júri popular nesta quarta-feira (8/8). Ele responderá pelo crime de tentativa de homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e uso de meio que dificultou a defesa da vítima. O julgamento está marcado para as 9h.

O fato aconteceu em novembro, enquanto Danielly mostrava um apartamento para Thiago na 412 Sul. A vítima estava desconfiada do suspeito e resolveu deixar a porta aberta. Depois de ela virar de costas, o agressor deu um golpe de martelo na cabeça da vítima. Mesmo ferida, Danielly conseguiu escapar. 

Um grupo de pessoas que passava pela região percebeu a movimentação e linchou o homem. A Polícia Militar esteve no local e conduziu os dois para o Hospital de Base do Distrito Federal. Danielly contou aos policiais que não conhecia Thiago e que, até então, havia conversado com ele apenas por telefone. Ela relatou ter levado seis golpes de martelo. 

A ocorrência foi registrada na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) e Thiago teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. Em abril, o juiz do Tribunal do Júri de Brasília determinou que o réu permanecesse preso até a data do julgamento. O magistrado entendeu que havia indícios comprobatórios de que o acusado cometeu o crime e decidiu que o caso fosse levado a júri popular.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade