Publicidade

Correio Braziliense

Debate foi o assunto mais comentado pelos internautas do DF e Entorno

Resultado nas redes sociais revela interesse do eleitor em eventos comprometidos com a democracia


postado em 29/08/2018 06:00 / atualizado em 29/08/2018 11:25

Estúdio da TV Brasília: confronto entre os candidatos ao GDF foi destaque principal nas redes sociais (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Estúdio da TV Brasília: confronto entre os candidatos ao GDF foi destaque principal nas redes sociais (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

O debate do Correio Braziliense com os candidatos ao Palácio do Buriti foi o assunto mais comentado ontem pelos internautas do Distrito Federal. A hashtag #DebateCorreio permaneceu em primeiro lugar durante o evento e ocupou a quinta posição nos trend topics do Brasil por aproximadamente duas horas. Eliana Pedrosa (Pros), Rogério Rosso (PSD), Fátima Sousa (PSol), Alberto Fraga (DEM), Júlio Miragaya (PT), Ibaneis Rocha (MDB) e Rodrigo Rollemberg (PSB) estiveram no debate, transmitido ao vivo, ontem, nas redes sociais e na TV Brasília, afiliada da Rede TV.

O nome mais citado pelos internautas foi Rollemberg, seguido de Fraga e Rosso. As palavras hospitais, saúde e educação também receberam atenção na rede. Os temas se encaixam na questão dos investimentos públicos, altamente explorada pelos candidatos. Eles foram questionados por jornalistas do Correio e puderam fazer perguntas entre si, com direito a réplica e tréplica. O advogado André Macedo, ex-desembargador do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), acompanhou o debate e analisou os direitos de resposta dos candidatos.



No Facebook do jornal, a publicação atingiu 206 mil pessoas, com média de 13 mil usuários. Foram mais de 13 mil comentários sobre o assunto na página do Correio e em perfis privados. O analista de redes e professor do Departamento de Métodos e Técnicas da Universidade de Brasília (UnB) Gilberto Lacerda dos Santos explica que “pessoas normalmente têm atitudes mais contemplativas, não reagem muito a conteúdos. Mas quem rompe essa barreira, vê nas redes um instrumento de expressão. É por isso que o número de usuários e interações aumenta”.

“A repercussão e o engajamento nas redes sociais e a grande audiência do debate em todos os canais do Correio na internet mostram que o brasiliense entrou de vez nestas eleições. O debate do Correio ajudou os candidatos a expor suas propostas e a mostrar de que maneira se diferenciam dos adversários. Em uma eleição tão pulverizada, o eleitor precisa de oportunidades como essa, que o ajudem a diferenciar os candidatos e a escolher aquele com o qual mais se identifica”, detalha Humberto Rezende, editor do site do Correio.


Reportagens


Internautas comentaram sobre o debate em tempo real, chegando até a usar links de reportagens do jornal que analisavam algumas declarações dos adversários. Para o analista de redes Jorge Paulo Borges, criador da start-up Neologismos, a situação mostra que a sociedade está preocupada em conferir o discurso dos candidatos. "Recentemente, uma pesquisa sobre a ingenuidade da internet foi publicada em diversos meios de comunicação. A interação dos usuários com o jornal demonstra que isso está acabando. As pessoas querem saber se o que os políticos dizem é verdade ou não."

Ver galeria . 15 Fotos Sete dos 11 candidatos ao Buriti participaram do debate promovido pelo Correio BrazilienseMinervino Junior/CB/DA Press
Sete dos 11 candidatos ao Buriti participaram do debate promovido pelo Correio Braziliense (foto: Minervino Junior/CB/DA Press )


Agências que analisam os discursos e comparam com fatos verificados também estão disponíveis on-line, lembra o especialista. “Essas coisas são boas para você tomar conhecimento do que é puramente eleitoreiro e do que é estudo, baseado naquilo que é historicamente confirmado. Quem fala qualquer coisa mostra até um despreparo e falta de respeito perante o eleitor”, complementa.

Uma das curiosidades do evento foram os comentários sobre o tradutor de libras, que cobriu o debate para deficientes auditivos. “O tradutor de libras ganhou um lugar decente na TV Brasília”, disse um internauta.

Números
1º lugar
Entre os temas mais comentados do 
Twitter no DF

5º lugar
Entre os temas mais comentados do 
Twitter no país

206
mil
Pessoas receberam 
a cobertura ao vivo 
no feed do Facebook

13
mil
Comentários sobre 
o evento no Facebook

15
mil
Comentários sobre 
o evento no Twitter 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade