Publicidade

Correio Braziliense

Homem invade casa para agredir a esposa e é preso, com duas facas

Marido derrubou o portão e invadiu a casa da cunhada, onde esposa se escondia, para agredi-la, mas acabou sendo preso pouco tempo depois, com as duas facas


postado em 31/08/2018 08:22 / atualizado em 31/08/2018 09:51

Caso foi registrado na 30ª Delegacia de Polícia(foto: Pedro Ladeira/Esp.CB/D.A Press)
Caso foi registrado na 30ª Delegacia de Polícia (foto: Pedro Ladeira/Esp.CB/D.A Press)

A polícia prendeu na madrugada desta sexta-feira (31/8) um homem que derrubou o portão de uma casa para agredir a própria esposa. O crime aconteceu às 3h20, em São Sebastião, quando ele foi até a casa da cunhada, onde a mulher se abrigava, e invadiu a residência forçando o portão. O suspeito ainda chegou a agredir a irmã da vítima, que chamou a polícia.

O acusado, de 33 anos, começou a ameaçar a mulher, 50, e a cunhada de morte após conseguir invadir a casa, mas fugiu de lá quando ouviu a ligação pedindo socorro à PM. Os policiais chegaram ao local, viram o portão no chão e pediram as características do homem para realizar a busca. Minutos depois, ele foi encontrado em uma rua próxima e detido pelos militares. Na revista ao suspeito, ainda foram encontradas duas facas com ele. 

O homem foi levado para a 30ª Delegacia de Polícia (São Sebastião), mas a esposa não quis prestar queixa contra o marido. A Divisão de
Comunicação da Polícia Civil (Divicom) lembrou que, mesmo nestes casos, a delegacia registra a ocorrência para proteger a vítima. A cunhada do acusado quis registrar o ocorrido, afirmando ter sido agredida, ameaçada e xingada. 
 
Segundo o Centro de Comunicação Social da Polícia Militar (CCSPM), a mesma equipe que atendeu aquela ocorrência se recordou de ter atendido outro caso de violência doméstica envolvendo o mesmo casal, em 2017. Na ocasião, quando a PM chegou ao local a mulher estava com um ferimento na cabeça causado por uma agressão dele.
 

Estatística que assusta

Só no primeiro semestre de 2018, de janeiro ao dia 2 de julho, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Paz Social do DF (SSPDF) registrou 7169 casos de violência doméstica na capital. 

Em comparação com o mesmo período do ano passado, as ocorrências envolvendo a Lei Maria da Penha tiveram um aumento de 2%, com 140 casos a mais neste ano. Desses crimes, mais de 500 acusados foram autuados mais de uma vez por violência contra a mulher, sendo autores de duas ou mais ocorrências.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade