Publicidade

Correio Braziliense

Fique atento: fiscalização do IPVA 2018 começa hoje

Donos de carro com placas de fim 1 e 2 correm risco de ver os veículos levados para o depósito e arcar com pesadas multas. Dos 1,7 milhão de automóveis que circulam na cidade, 48,82% estão com pendências


postado em 01/09/2018 07:00 / atualizado em 31/08/2018 23:17

O Detran manterá a agenda normal de fiscalização prevista para setembro(foto: Detran/Divulgação )
O Detran manterá a agenda normal de fiscalização prevista para setembro (foto: Detran/Divulgação )
A partir de hoje, os veículos com finais de placas 1 e 2 que estiverem com débitos pendentes ou que não receberam o Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV) vão começar a ser multados e apreendidos.

Para obter o licenciamento de 2018, os donos de automóveis devem pagar o imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA), o seguro de danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre (DPVAT), a taxa de Licenciamento e as multas pendentes. O dono do carro pode emitir os boletos, para quitar as dívidas, efetuar os pagamentos ou parcelamentos dos débitos com cartão diretamente no site do órgão.

Os proprietários que quitaram todos as dívidas com o governo, mas ainda não receberam o CRLV até o início da fiscalização, podem emitir o protocolo de autorização provisória para a circulação de veículo no site do Departamento de Trânsito (www.detran.df.gov.br). O documento provisório tem validade de 60 dias — a retirada da autorização só pode ser feita uma única vez.

Transitar com o veículo não licenciado é considerado infração gravíssima e resulta em sete pontos na carteira de motorista, recolhimento do veículo e multa de R$ 293,47. Caso o automóvel seja parado em uma das blitz do Detran, sem o licenciamento em dia, o carro será apreendido. Os custos para quem não efetuar o pagamento das taxas são variados.

Remoção veicular: os valores variam de acordo com a quilometragem percorrida e o tipo de automóvel. De R$ 10 a R$ 459. O valor da diária no depósito varia pelo tipo de veículo: a partir de R$ 31, podendo chegar a R$ 92. Serviço de liberação do veículo do depósito: valor único de R$ 41.


Fiscalização


O diretor-geral do Detran, Silvain Fonseca, explica que as abordagens ocorrerão dentro das atividades de fiscalização que o órgão realiza. “Não vamos fazer operação especial. A fiscalização será dentro das ações de redução de acidentes que o Detran faz”, esclarece.

Segundo o Detran, o DF conta com 1.753.700 veículos registrados no órgão. Destes, 856.421 estão licenciados, o que significa que 48,82% dos automóveis não estão autorizados a trafegar.

O mecânico eletricista Renato Silva Moreira, 38 anos, admite que não paga o licenciamento há dois anos. “Eu tenho outras prioridades, como alimentação e aluguel. Eu deixo o mais caro para depois”, alega — mas corre o risco de ver seu carro apreendido a qualquer momento.

Henoque Nazário de Sousa, 67 anos, aposentado da Polícia Militar possui um veículo em seu nome. Ele economiza para pagar o licenciamento em dia. “Nunca deixei atrasar, pago dentro do prazo para não ficar com o nome sujo e fazer uma dívida maior”, observa.


Veja a partir de quando começa a fiscalização para cada veículo


Fim da Prazo para
placa renovação

1 e 2         1º de setembro
3, 4 e 5 1º de outubro
6, 7 e 8 1º de novembro
9 e 0         1º de dezembro
 
* Estagiária sob supervisão de José Carlos Vieira 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade