Publicidade

Correio Braziliense

Veja como vai ficar o trânsito durante o desfile de 7 de Setembro

Cerca de 4,5 mil pessoas se apresentarão amanhã na Esplanada dos Ministérios para celebrar os 196 anos de independência do Brasil. A festa começa às 9h, e quem for assistir deve tomar cuidado com o sol e a baixa umidade


postado em 06/09/2018 06:00 / atualizado em 07/09/2018 11:15

Arquibancadas onde ficarão as autoridades e parte do público já estão montadas(foto: Arthur Menescal/CB/D.A Press )
Arquibancadas onde ficarão as autoridades e parte do público já estão montadas (foto: Arthur Menescal/CB/D.A Press )


A Esplanada dos Ministérios está decorada de verde-amarelo para dar os parabéns à pátria. Amanhã, pelo 16º ano consecutivo, a via será o palco do tradicional desfile em comemoração ao Dia da Independência do Brasil. Previsto para começar às 9h, o evento mobilizará aproximadamente 4,5 mil pessoas, entre militares, civis e estudantes, e mais de 150 viaturas, aviões e helicópteros.

As celebrações terão início com a chegada do Presidente da República, Michel Temer, à Tribuna Presidencial, ele será recebido com honras militares prestadas pelo Batalhão da Guarda Presidencial. Em seguida, a Fanfarra do 1º Regimento da Cavalaria de Guardas e o coral dos alunos do Colégio Militar de Brasília executarão o Hino Nacional Brasileiro e o Hino da Independência.

A abertura do desfile será feita pelos soldados veteranos da Força Expedicionária Brasileira, que receberão homenagens pela participação na 2ª Guerra Mundial. Além disso, dentre as atrações da festa, estão a pirâmide humana sob motocicletas, montada pelo Batalhão de Polícia do Exército de Brasília; a passagem dos Dragões da Independência; e a Esquadrilha da Fumaça, que, após o desfile terrestre, fará uma demonstração nos céus de Brasília com sete aeronaves. O show terá duração de 35 minutos e contará com cerca de 50 manobras e acrobacias.

O evento trará mudanças no trânsito do Plano Piloto. A interdição na Esplanada começa a partir das 22h de hoje, para a montagem final das estruturas do desfile e disponibilização de espaço para veículos e tropas participantes. A via S1 será fechada na altura da Catedral Metropolitana, e o tráfego de veículos na N1 interrompido na altura do acesso pela L4 Norte. As vias S2 e N2 serão utilizadas como rotas alternativas (veja mapa).

Quem for ao evento de carro poderá estacionar nos anexos dos Ministérios e no Supremo Tribunal Federal (STF). No entanto, os acessos aos túneis do Palácio Itamaraty e da Catedral, sentido via S1, estarão fechados. A liberação das vias ocorrerá no início da tarde de amanhã e está condicionada à desocupação total pelos pedestres.

Outras sugestões de estacionamento público aos condutores são: plataforma superior da Rodoviária, Conic, Conjunto Nacional, Teatro Nacional, Ministérios, Museu da República, Biblioteca Nacional, Setor Bancário Sul e Norte e Setor de Autarquias Sul e Norte. Não será permitido estacionar ao longo das vias ou sobre os gramados. Para quem precisar do transporte público, o metrô funcionará das 6h — uma hora mais cedo do que o normal em feriados — às 19h. Haverá, também, reforço nas linhas de ônibus.

 

 

 

Policiais militares estarão em toda a área central para garantir a segurança dos frequentadores. Não será permitido portar objetos perfurantes ou cortantes, como vidros, fogos de artifício, hastes para bandeiras e qualquer outro material que possa causar ferimentos. Outra restrição é o uso de drones, pipas e objetos semelhantes sem autorização no espaço aéreo da Esplanada dos Ministérios.

Calor

De acordo com Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para amanhã é de muito calor: os termômetros podem marcar até 31ºC. A umidade relativa do ar deve baixar a 20% nas horas mais quentes do dia e o céu ficará de claro a parcialmente nublado com névoa seca. Por conta disso, a Defesa Civil recomenda aos espectadores a utilização roupas leves, protetor solar, bonés e chapéus, além de ingerir bastante água.

Cuidados

O Corpo de Bombeiros sugere ainda procurar lugares sob a sombra, abrigando-se debaixo de árvores, marquises ou coberturas e utilizar cremes hidratantes. Equipes da corporação, formadas por 110 militares, estarão em diferentes pontos da Esplanada e poderão ser acionadas em caso de mal-estar ou outras urgências. Haverá, ainda, um posto de comando para atendimento pré-hospitalar, incêndio e salvamento, e a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) disponibilizará cerca de 21 mil litros de água potável ao público.

Assistir ao desfile de 7 de Setembro se tornou um hábito na vida da administradora Ana Paula Carvalho, 39 anos. Ela nasceu na capital federal e frequentou o momento cívico pela primeira vez em 1993, quando o desfile ainda acontecia no Setor Militar Urbano. “Eu comecei a ir porque minha avó, sempre que possível, me levava. Passei a criar esse hábito e se tornou uma rotina para a minha família e eu”, destaca.

Além das apresentações dos militares, o desfile carrega um sentimento diferente para Ana Paula. “O 7 de Setembro era o aniversário da minha avó, Geru. Nós juntávamos a família e os amigos para assistir ao espetáculo”, relembra. Para a edição deste ano, ela já tem planos. “Como é um ambiente muito familiar, levarei minhas primas gêmeas, de 7 anos. Elas estão empolgadas, pois as apresentações são muito bonitas! É um evento que atrai as crianças.”

* Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Fique atento

Confira os cuidados a serem tomados com as crianças levadas ao desfile

  • Identificar a criança com etiqueta que contenha os nomes dela e do responsável, além de telefone para contato;
  • Orientar a criança a procurar um policial militar caso ela se perca, pois ele vai conduzi-la a um lugar seguro e entrará em contato com o responsável;
  • Levar a criança alimentada, vestir roupas leves, ingerir líquidos e passar protetor solar;
  • Pais e responsáveis devem evitar o excesso de bebida alcoólica, para que a atenção com as crianças seja completa.

Fonte: Polícia Militar do Distrito Federal

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade