Publicidade

Correio Braziliense

Esquadrilha da Fumaça fecha desfile da Independência em Brasília

Com acrobacias e manobras, pilotos da Força Aérea Brasileira fazem espetáculo nos céus da capital para encerrar comemorações de Sete de Setembro na Esplanada


postado em 07/09/2018 12:06 / atualizado em 07/09/2018 13:10

Aeronaves da Força Aérea Brasileira sobrevoaram o céu da Esplanada no início e no fim do desfile(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Aeronaves da Força Aérea Brasileira sobrevoaram o céu da Esplanada no início e no fim do desfile (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

Uma das atrações mais aguardadas do desfile de Sete de Setembro, a Esquadrilha da Fumaça da Força Aérea Brasileira levou ao delírio os cerca de 30 mil espectadores que compareceram à Esplanada dos Ministérios para prestigiar as celebrações pelos 196 anos da Independência do Brasil.

O grupo fechou as apresentações de Brasília pelo dia da pátria. Sete pilotos sobrevoaram os céus da capital federal em aeronaves do tipo A-29, coloridas em azul, amarelo e verde. Por 35 minutos, eles fizeram aproximadamente 50 manobras e acrobacias, terminando a apresentação com um grande coração feito com as fumaças de cada aeronave.
 
Para fechar a apresentação, pilotos fizeram um coração(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Para fechar a apresentação, pilotos fizeram um coração (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
  

Desfile custou mais de R$ 800 mil 

A Secretaria de Comunicação da Presidência da República, que organizou a estrutura do evento, gastou R$ 816,8 mil com o desfile deste ano. O montante é superior do que foi gasto no Sete de Setembro do ano passado, quando o desfile custou R$ 787,5 mil. Em 2016, a Presidência da República usou R$ 1,1 milhão para celebrar a o Dia da Independência em Brasília.
 
A celebração deste ano teve como tema a mensagem: "Celebre a história da nossa independência". Mesmo com o grande número de pessoas na Esplanada dos Ministérios, a Polícia Militar não registrou nenhum ato de violência durante as cerca de 2 horas de desfile. Além disso, apesar do tempo quente e seco, nenhum espectador precisou de atendimento do Corpo de Bombeiros.

Homenagem a ícones e pirâmide humana: o dia da pátria no DF 

O desfile pelo 196º aniversário de Independência do Brasil começou sob a regência dos Dragões da Independência. Com o auxílio de alunos do Colégio Militar de Brasília, eles executaram os hinos Nacional e da Independência. Durante os cantos, a Esquadrilha da Fumaça formou a frase "Pátria Amada, Brasil", nos céus da capital.
 
Após isso, o atleta de tiro com arco Bernardo Oliveira empunhou a tocha que carrega o fogo simbólico da pátria e a apresentou ao presidente da República, Michel Temer. A chama representa o patriotismo do povo brasileiro.

Na sequência, desfilou o grupamento de veteranos e ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira. Embarcados em viaturas históricas da Associação de Colecionadores Velhos Amigos de Guerra, eles receberam homenagens pela participação na 2ª Guerra Mundial.
 
Estudantes de instituições públicas de ensino de Ceilândia, Samambaia, Cruzeiro, Taguatinga e Gama também se apresentaram no desfile. Vestidos a caráter, os alunos homenagearam importantes nomes da história do Brasil, como Dom Pedro I, primeiro imperador do Brasil; Zumbi dos Palmares, pioneiro na resistência contra a escravidão; e Santos Dummont, o pai da aviação. 
 
Bandas das três Forças Armadas do Brasil participaram do evento. Os grupamentos da Academia Militar das Agulhas Negras, do Núcleo de Formação de Oficiais da Reserva, do Batalhão da Guarda Presidencial, de Tropas Especiais, além do Grupamento Feminino e da Força Planalto também passaram pela Esplanada. 

Uma das apresentações finais do desfile terrestre foi feita pelo Cerimonial do Batalhão da Guarda Presidencial, em que soldados da companhia fizeram demonstrações de ordem unida sem comando. 

Já o ápice das exibições em solo ficou por conta do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília: 27 homens equilibraram-se em uma motocicleta, formando uma pirâmide humana. O grupo percorreu todo o trajeto reservado para o desfile, soltando fumaças em verde-amarelo e balançando a bandeira do Brasil. 

Ver galeria . 16 Fotos Ed Alves/CB/D.A Press
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press )

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade