Publicidade

Correio Braziliense

Saidão de 7 de Setembro beneficia 1.039 presos do sistema penitenciário

A medida contempla presos que cumprem pena no regime semiaberto e que têm autorização de trabalho externo ou saídas temporárias


postado em 07/09/2018 12:41 / atualizado em 07/09/2018 14:14

 

A Vara de Execuções Penais, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (VEP/TJDFT) determinou nove saídas anuais temporárias em 2018, totalizando 35 dias(foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)
A Vara de Execuções Penais, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (VEP/TJDFT) determinou nove saídas anuais temporárias em 2018, totalizando 35 dias (foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

O saidão de 7 de Setembro deve favorecer 1.039 presos do Distrito Federal. Desse total, 71 são mulheres. Os detentos que têm direito ao benefício começaram a sair da unidade prisional às 7h de ontem (6/9) e deverão retornar até às 9h de segunda-feira (10).

A medida contempla presos que cumprem pena no regime semiaberto e que têm autorização de trabalho externo ou saídas temporárias. Aquele que não retornar no dia e no horário previstos será considerado foragido e poderá perder o direito ao regime semiaberto quando for recapturado, caso haja decisão da Justiça, além de responder a inquérito disciplinar.

A Vara de Execuções Penais, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (VEP/TJDFT) determinou nove saídas anuais temporárias em 2018, totalizando 35 dias.

O calendário de saídas dos presos ao longo do ano está sendo cumprido, por decisão judicial, pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do DF. As saídas não são, necessariamente, vinculadas a datas comemorativas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade