Publicidade

Correio Braziliense

Morre, aos 89 anos, Oscar Mendes Moren, pediatra pioneiro de Brasília

Nos últimos 10 meses, Oscar teve uma piora no quadro de saúde após sofrer um infarto e sofreu uma falência múltipla de órgãos


postado em 08/09/2018 10:12 / atualizado em 08/09/2018 12:07

Oscar também era pintor e as obras dele estão exposta na galeria da Casa Thomas Jefferson, na 906 Sul(foto: Rose Brasil/Esp. CB/D.A Press)
Oscar também era pintor e as obras dele estão exposta na galeria da Casa Thomas Jefferson, na 906 Sul (foto: Rose Brasil/Esp. CB/D.A Press)
Oscar Mendes Moren dedicou a vida à família e a ajudar o próximo. Ele morreu nesta sexta-feira (07/9), aos 89 anos. Deixou a mulher, a norte-americana Elinor Watson Moren, 82, com quem foi casado por 57 anos, duas filhas, Monique, 55, e Ellen, 52, além de duas netas e um neto. Para um último adeus, familiares e amigos se reúnem neste domingo (9/9) no Cemitério Campo da Esperança da Asa Sul, das 11h às 18h, na capela número 6.

O médico pediatra se formou pela Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro em 1955. Carioca, escolheu Nova York para fazer a residência no The Long Island Jewish Hospital. Lá conheceu aquela que seria a companheira de vida, a enfermeira Elinor. Em 1959 deixou os Estados Unidos e, em 1961, o laço de amor entre os dois tornou-se oficial em uma cerimônia matrimonial no Brasil.

“Ele era uma pessoa excepcional, que se dedicou ao trabalho, pensando no próximo. Nos conhecemos no Hospital de Base, quando fiz minha residência. Ali, Oscar adquiriu o respeito de todos e a minha amizade”, lembrou o também pediatra Jair Evangelista da Rocha, 78. Nos últimos 10 meses, Oscar teve uma piora no quadro de saúde após sofrer um infarto. Ontem, sofreu uma falência múltipla de órgãos. Oscar também pintava. Obras dele estão exposta na galeria da Casa Thomas Jefferson, na 906 Sul.

O governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg também lamentou a morte do médico e artista e decretou luto oficial de três dias. "Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento de Oscar Mendes Moren, um dos pioneiros de Brasília e uma das principais figuras da história da medicina da cidade. Médico, pediatra exemplar, Moren dedicou sua vida às crianças com uma dedicação ímpar, com um cuidado e um zelo daqueles que amam sua profissão. Seu exemplo, como ser humano e profissional, seguirá vivo inspirando novos pediatras. Minhas condolências e orações aos familiares e amigos neste momento de perda", disse em nota oficial.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade