Publicidade

Correio Braziliense

Em campanha pelo Buriti, Eliana Pedrosa passsa a manhã com feirantes

Neste domingo (9/9), esteve na Feira que fica na Praça do Bicalho, em Taguatinga e conversou, principalmente com mulheres


postado em 09/09/2018 12:36

Na feira que fica na Praça do Bicalho, em Taguatinga, a candidata conversou, principalmente, com mulheres(foto: Mariana Machado/Esp. CB/D.A Press)
Na feira que fica na Praça do Bicalho, em Taguatinga, a candidata conversou, principalmente, com mulheres (foto: Mariana Machado/Esp. CB/D.A Press)
 

A candidata do Pros ao Palácio do Buriti, Eliana Pedrosa, continuou o fim de semana de visita a feiras. Neste domingo (9/9), esteve na feira que fica na Praça do Bicalho, em Taguatinga e conversou, principalmente, com mulheres. A caminhada de duas horas correu de forma tranquila e sem oposição.

Eliana voltou a falar sobre o projeto de cadastro de ambulantes como microempreendedores individuais. "Temos que entender que no DF há mais de 300 mil desempregados. Se a pessoa é ambulante, temos que agradecer porque sem renda ela poderia ter ido para o crime", disse a candidata.

 

Eliana também reforçou a necessidade de um diálogo com comerciantes regularizados. "Na conversa há quebra o pau até chegar a um acordo", criticou.

A feirante Lia Soares, 52, conversou com a candidata e reclamou da sensação de insegurança para as mulheres, especialmente à noite, e do trânsito na área comercial da Samdu Norte. "Desde a inversão das vias (em 2016), a vida ficou muito complicada. Acabou com as lojas e prejudicou a gente”, protestou. Eliana respondeu que se "algo feito na melhor das intenções não dá certo, é preciso voltar atrás".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade