Publicidade

Correio Braziliense

Em duas horas, polícia prende seis homens por violência doméstica no DF

Todos os crimes aconteceram na noite de segunda-feira (10/9), quando mulheres foram agredidas e ameaçadas por companheiros e ex-companheiros


postado em 11/09/2018 11:46 / atualizado em 11/09/2018 11:46

(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
(foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press)
A noite da última segunda-feira (10/9) foi marcada pela violência doméstica no Distrito Federal: em cerca de duas horas, a Polícia Militar atendeu a seis ocorrências de crimes contra a mulher. Entre todos os casos, esposas e companheiras foram agredidas por parceiros, com facas, copos de vidro e socos. Em uma das ocorrências, o homem acusado chegou a dizer para a PM que tinha "direito de agredir a mulher".

O primeiro chamado, às 21h, aconteceu em Planaltina quando o marido chegou em casa bêbado e deu socos na esposa. Durante as agressões, ele chegou a arremessar um copo de vidro contra ela, que foi cortada no braço pelos cacos. Os estilhaços também atingiram o olho do agresspr, e ambos foram encaminhados ao Hospital Regional de Planaltina. Após os atendimentos, o marido foi levado para a 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina) e autuado na Lei Maria da Penha.

Às 22h, dois crimes semelhantes ocorreram quase simultaneamente. Em uma invasão atrás da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante, um homem agrediu a companheira e a ameçou de morte. Quando a polícia chegou, ele resistiu à prisão e disse ainda que tinha direito de agredir a mulher. O acusado acabou preso em flagrante, assim como outro suspeito, em Ceilândia, que ameaçou a companheira com uma faca e tentou enforcá-la com um fio. 

Já no Plano Piloto, um acusado de 20 anos foi preso após agredir a ex, de 26. Ele começou as violências no meio da rua, na Asa Norte, às 21h, e foi até sua casa às 23h, onde continuou batendo na mulher. A Polícia Militar deu voz de prisão ao agressor com base na Lei Maria da Penha.

Os últimos dois casos da noite de violência ocorreram em Samambaia. Às 22h20 um homem de 25 anos foi preso após dar socos na ex-namorada, de 18. A PM foi chamada por pessoas que passavam pelo local e viram as agressões, e o acusado foi levado para a 26ª DP (Samambaia Norte), onde foi detido por ameaça, injúria e lesão corporal.

Também em Samambaia, por volta de 23h, uma mulher de 41 anos foi agredida pelo próprio esposo após ele chegar embriagado. O suspeito deu murros na cabeça dela e a ameaçou, depois passou a bater também no enteado, de 18. Ele foi autuado em flagrante e o crime foi registrado na mesma delegacia, a 26ª.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade