Publicidade

Correio Braziliense

Jovem encontrado espancado no Setor de Clubes Sul recebe alta

O estado de saúde de Jelder Eric de Sousa Lourenço, brutalmente agredido, ainda requer cuidados, mas ele se recupera em casa, ao lado de familiares


postado em 13/09/2018 20:13 / atualizado em 13/09/2018 20:33

(foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)

O sociólogo e empresário Jelder Eric de Sousa Lourenço, 25 anos, que foi espancado e encontrado inconsciente em 6 de agosto, embaixo da ponte Honestino Guimarães, no Setor de Clubes Sul, obteve alta do hospital e voltou para casa, de acordo com amigos próximos. Ele se recupera com a ajuda de familiares e segue fazendo tratamento de fisioterapia e fonoaudiologia. 

Ele foi internado primeiramente no Hospital de Base, em estado grave, porém, foi transferido para concluir o tratamento em um hospital de São José do Rio Preto (SP), mais perto de sua cidade natal, Macaubal, local onde vive sua família.

O jovem não tinha plano de saúde. Por isso, os amigos se mobilizaram e realizaram uma vaquinha virtual para arrecadar recursos para o tratamento. Em quatro dias, o fundo arrecadou o total de R$ 45.255. Metade do valor arrecadado foi utilizado para pagar o transporte de Jelder por meio de uma UTI aérea. A outra metade do valor está sendo usada para custear o restante do tratamento.

O paradeiro dos responsáveis pela agressão ao sociólogo continua desconhecido, porém, de acordo com a polícia, as investigações continuam em andamento, a cargo da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul).
 
* Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade