Publicidade

Correio Braziliense

Vítima de ataque de abelhas no Lago Sul levou 200 picadas

O ataque aconteceu nesta terça-feira (18/9) na QL 12 do Lago Sul. Seis vítimas chegaram ao hospital conscientes e orientadas


postado em 18/09/2018 20:39 / atualizado em 18/09/2018 20:41

(foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)

 
Um dos feridos durante ataque de abelhas no Lago Sul nesta terça-feira (18/9) levou aproxidamente 200 picadas. Ao todo, seis pessoas foram atacadas e levadas ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran) para atendimento, mas, segundo o Corpo de Bombeiros, Edilson Alves Bezerra, 47 anos, foi quem mais recebeu picadas.
 
Apesar da gravidade dos acontecimentos, todas as seis vítimas chegaram ao hospital conscientes e orientadas. No momento em que foram atendidas, apresentavam vômito, dor de cabeça e risco de choque anafilático. O caso aconteceu por volta do meio-dia, na QL 12 do Lago Sul.
 

Cuidados
 

O orientação das autoridades para quem localiza enxames de abelhas ou sofre ataques é acionar o Corpo de Bombeiros por meio do número 193. 

Para evitar os ataques, os bombeiros orientam que a população mantenha distância de colmeias. Mas, se as abelhas se aproximarem, é fundamental proteger a face e a região da cabeça, com a camisa ou um pano.
 
Também é recomendado evitar gritar ou fazer movimentos bruscos, já que ruídos e movimentações agitam ainda mais esses insetos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade