Publicidade

Correio Braziliense

Dois acidentes deixam quatro pessoas feridas na tarde desta quinta-feira

Houve um capotamento, uma colisão e até princípio de incêndio em um caminhão. Nenhuma vítima teve ferimentos graves


postado em 20/09/2018 20:30 / atualizado em 20/09/2018 20:31

Um capotamento deixou três pessoas feridas (foto: Divulgação/CBMDF)
Um capotamento deixou três pessoas feridas (foto: Divulgação/CBMDF)
 
Um capotamento de carro deixou três pessoas feridas na Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia) Sul, próximo ao viaduto do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). Na L4 Sul, uma colisão entre dois veículos deixou uma pessoa ferida. Na Epia Norte, o Corpo de Bombeiros foi acionado para conter um incêndio em um caminhão. 

Uma motorista foi fechada, perdeu o controle do veículo e capotou na Epia Sul. Três pessoas ficaram feridas: Victor Borges de Jesus, Marcela Thais, 31 anos, que teve suspeita de fratura no ombro direito, e Ana Carolina Jordão dos Santos, 20, que reclamava de dores nas pernas. O trio foi socorrido pelos bombeiros e encaminhado ao Hospital de Base (HB).
 
Na L4 Sul, um motociclista se feriu(foto: Divulgação/CBMDF)
Na L4 Sul, um motociclista se feriu (foto: Divulgação/CBMDF)
 
 
Na L4 Sul, próximo ao Zoológico, sentido Vila Telebrasília, dois veículos se envolveram em uma batida. O motorista do Honda CG Titan 150 azul, Paulo Marcio de Oliveira, 47, e a condutora do Fiat Idea prata, Karen Ramos Garcia, 21, não se feriram. Durante a colisão, uma motocicleta foi atingida e acabou parando no desnível do canteiro lateral da via. O motorista teve lesão na perna esquerda e acabou levado ao HB.

Incêndio

Na Epia Norte, próximo ao viaduto da antiga Rodoferroviária, os bombeiros agiram para conter um incêndio em um caminhão. O motorista, Francivaldo Brandão, 29, relatou que dirigia quando notou que o pedal da embreagem havia perdido pressão e que viu chamas na cabine do automóvel. 
 
Na Epia Norte, um caminhão teve um princípio de incêndio(foto: Divulgação/CBMDF)
Na Epia Norte, um caminhão teve um princípio de incêndio (foto: Divulgação/CBMDF)
 

Francivaldo ligou para o Corpo de Bombeiros, após tentar conter o incêndio com o extintor do caminhão. Foram precisos dez militares em três viaturas para evitar o fogo. Os militares fizeram o resfriamento da cabine, sem que as chamas atingissem outras partes do automóvel. Ninguém se feriu. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade